Quarta-feira, Março 29, 2017
Início - Últimas - GNR apreende três serpentes pítons carpete na Figueira da Foz
GNR apreende três serpentes pítons carpete na Figueira da Foz

GNR apreende três serpentes pítons carpete na Figueira da Foz

Militares do Serviço da Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) do Destacamento Territorial da GNR de Montemor-o-Velho apreenderam, no dia, na localidade Santana- Figueira da Foz, três exemplares da serpente (um macho e duas fêmeas), “Píton Carpete” com cerca de três anos.

As autoridades elaboraram o auto de contra-ordenação por detenção de espécie protegida e os répteis foram entregues ao proprietário, ficando como fiel depositário.

A píton-carpete é uma grande serpente encontrada nas florestas e bosques da Austrália, Indonésia e Nova Guiné, que pode medir até 3,50 metros de comprimento e pesar até 15 quilos. Os machos são menores do que as fêmeas, têm hábitos nocturnos e pode ser avistada tanto no solo como também nos galhos de árvores e arbustos. É também uma excelente nadadora e pode se locomover por riachos e canais de sistemas de drenagem.

Alimenta-se principalmente de pequenos mamíferos, como ratos e morcegos, mas caça também aves e lagartos (presa principal dos indivíduos jovens e menores). Não é uma serpente peçonhenta, mata sua presa por constrição. É comum viver perto de pessoas, escondendo-se nos forros dos telhados.

A píton-carpete é uma espécie ovípara, ou seja, a fêmea põe ovos (de 10 a 50 ovos) que eclodem após um período que varia de dez a 15 semanas. Durante este período, a mãe enrola-se ao redor dos ovos para garantir protecção e manter a temperatura adequada para a incubação.

Não é uma espécie ameaçada de extinção, mas sofre com a perda de habitat e captura para o comércio exótico. Algumas subespécies encontram-se ameaçadas por estes motivos.