GNR deteve traficantes que se dirigiam para o Utopia-After Boom que decorre em S. Gião

GNR da Guarda preso pelos colegas por roubar 30 mil euros em combustível foi expulso da instituição

Um militar da GNR da Guarda roubou durante um ano o equivalente a 30 mil euros de combustível. Foi apanhado em flagrante e preso pelos próprios colegas e foi agora condenado a três anos de pena suspensa. Paralelamente, foi expulso daquela força policial. A história é relatada no jornal I.

Utilizando cartões de crédito da instituição, atribuídos a carros de patrulha avariados, o militar da GNR da Guarda ‘roubou’ gasóleo e gasolina no valor de 30 mil euros durante um ano. Aquele diário teve acesso ao acórdão do Tribunal, onde ficou provado que o militar armazenou largas quantidades de combustíveis em recipientes, guardando-os em casa e no carro.

O procedimento era simples: com acesso aos cartões de crédito da instituição, o GNR escolhia aqueles atribuídos a carros de patrulha avariados e dirigia-se às bombas de gasolina fardado, para não levantar suspeitas, realizando abastecimentos diários em valores superiores a 50 euros na viatura própria e em bidons. Entre 2010 e 2011, abasteceu 21.909 litros de combustível, cujo valor ascendeu a um total de 30.219 euros, suportados pela GNR.

LEIA TAMBÉM

Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Detido em Seia traficante de estupefacientes

A GNR de Seia e de Paranhos da Beira detiveram um homem de 23 anos, …

Mortes em acidente em Tábua no acesso ao IC6

Dois homens morreram hoje na sequência de uma colisão frontal entre duas viaturas ligeiras numa …