GNR aplica 33 contra-ordenações e faz duas detenções no primeiro dia de caça

GNR detém caçadores ilegais em Celorico da Beira e identifica suspeitos de furto em Santa Comba Dão

Três caçadores, com 57, 58 e 69 anos, foram detidos no domingo por elementos do Núcleo de Protecção Ambiental do Destacamento Territorial da GNR da Guarda por caça ilegal, na Zona de Caça Municipal de Ribeira da Cabeça Alta, em Lageosa do Mondego, no concelho de Celorico da Beira.

Os caçadores foram detidos no decorrer de uma fiscalização à legislação da caça, por se encontrarem no exercício da caça em zona de protecção das habitações (a menos de 250 metros de distância) e por um deles utilizar meio de caça não permitido (chamariz de aves). Foram apreendidas três armas de caça e notificou os detidos para comparecerem hoje no Tribunal da Guarda.
Já os Militares do Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Santa Comba Dão identificaram, na sexta-feira, cinco homens por suspeitas da prática de furtos. As identificações ocorreram na sequência de uma investigação criminal, levadas a cabo após a ocorrência de dois furtos, no interior de um armazém, tendo a acção envolvido sete buscas domiciliárias.

Foram recuperados diversos artigos, nomeadamente, 239 barras de alumínio, 7,5 quilos de cobre, uma rebarbadora, duas lixadoras, várias ferramentas, três coberturas em lona, duas pistolas de pintura, um ferro de soldar, 17 ponteiros artesanais, uma extensão, dois holofotes, e uma soqueira. Foram ainda apreendidas seis doses de haxixe. Os indivíduos, já referenciados por estarem associados à prática de furtos e posse ilegal de armas, foram constituídos arguidos e sujeitos à medida de coação de termo de identidade e residência.

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …