GNR detém suspeitos de tráfico de droga

 

Com a «colaboração de um militar que estava fora de serviço», o jovem de 21 anos foi intercetado na cidade, «tendo na sua posse um saco de plástico contendo 95 gramas de Cannabis e 150 euros em dinheiro», referiu o Capitão Armando Videira, Comandante do Destacamento Territorial da Lousã, em comunicado à imprensa.

O indivíduo fazia-se acompanhar de uma senhora, a quem foram apreendidos 0.03 gramas de anfetaminas, e de um cão de grande porte que feriu um dos militares.Durante a manhã do mesmo dia, a patrulha do posto da GNR «apreendeu uma balança de precisão, uma estufa para germinação e cultivo de Cannabis Sativa, vários fertilizantes, diversos recipientes para acondicionamento de Cannabis, bem como 330 euros em dinheiro», afirmou Armando Videira.

O suspeito recolheu à cela do posto local tendo sido presente a tribunal durante a tarde de dia 24, onde lhe foi decretada a medida de coação de apresentações semanais no posto da GNR local. À jovem que o acompanhava terá sido elaborado auto por consumo e remetido para a Comissão para a Dissuasão da Toxicodependência.

No próprio dia, foi ainda detida uma mulher no concelho de Tábua por cultivo de Cannabis. No âmbito de uma busca à residência, o NIC terá apreendido «seis pés de Cannabis Sativa, 14 sementes desta planta, cujos cultivo e comercialização estão proibidos, e uma balança de precisão.

A suspeita de 42 anos, desempregada e residente na vila, estava a ser investigada há meio ano pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR da Lousã, tendo sido constituída arguida e prestou termo de identidade e residência.

Renata Rodrigues

LEIA TAMBÉM

Caça praticamente proibida no concelho de Oliveira do Hospital até Maio de 2018

A caça está proibida até 31 de Maio de 2018 nas zonas consumidas pelos fogos, …

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …