Taxa de álcool da mulher que guiava com filhos no carro aumentava várias vezes o risco acidente mortal. Julgamento será dia 19.

GNR deteve 305 condutores por excesso de álcool em sete dias

A GNR deteve 305 condutores e multou 261 por excesso de álcool durante os sete dias de uma operação que terminou ontem e visou a fiscalização a este tipo de infracção. No âmbito da operação de fiscalização à condução sob o efeito do álcool e de substâncias psicotrópicas, que se realizou em todo o país entre 12 e 18 de Dezembro, a GNR submeteu ao teste de alcoolemia mais de 32 mil condutores.

Em comunicado, aquela força de segurança adianta que 566 condutores tinham uma taxa de álcool no sangue (TAS) superior ao permitido por lei, dos quais 305 foram detidos por apresentarem uma taxa crime. Os militares da GNR direccionaram as acções de fiscalização para as vias e locais onde as infracções por excesso de álcool e por consumo de substâncias psicotrópicas são mais frequentes.

Esta operação realizou-se também em todos os países da Europa e enquadra-se no plano definido pela European Traffic Police Network (TISPOL), organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa, entre elas a GNR, e pelo Euro Controle Route, grupo de serviços de controlo das estradas europeias, cujo objectivo é o de melhorar a segurança rodoviária.

LEIA TAMBÉM

Candidato do PSD acusa executivo Tábua de não reflectir nas contas dívidas de 1,5 milhões

O candidato do PSD à Câmara Municipal de Tábua, José Pereira, acusa o actual executivo …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Autoridade Nacional de Protecção Civil alerta para risco de incêndios nos próximos três dias

O Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) …