GNR deteve suspeito de furtos em residências

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da GNR da Lousã identificou e constituiu arguido um homem, de 24 anos de idade, de nacionalidade portuguesa e residente no concelho de Condeixa-a-Nova, por suspeita de furtos em residências.

“As investigações que decorriam há aproximadamente duas semanas, a diversos furtos que aconteceram no concelho de Miranda do Corvo, conduziram ao arguido que trabalhava numa empresa de telecomunicações. Quando o indivíduo se deslocava às residências para repara avarias ou instalar novos equipamentos, praticava os furtos no seu interior, sem que os proprietários se apercebessem”, refere a GNR em comunicado.

Na sequência das diligências efetuadas pela GNR foram também recuperados diversos artigos em ouro, provenientes dos furtos.

O Núcleo de Investigação Criminal, do Destacamento Territorial da GNR da Lousã,
prossegue com as investigações.

LEIA TAMBÉM

IP3 cortado na zona de Penacova devido a avaria de pesado

A avaria de um pesado, pelas 14 horas, provocou o corte do trânsito no IP3, …

Denuncia do grupo do empresário Fernando Tavares Pereira coloca IMT sob investigação do DIAP

Duas empresas do grupo Tavfer, do empresário Fernando Tavares Pereira, a CIMA – Centro de …