GNR deteve suspeito de furtos em residências

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da GNR da Lousã identificou e constituiu arguido um homem, de 24 anos de idade, de nacionalidade portuguesa e residente no concelho de Condeixa-a-Nova, por suspeita de furtos em residências.

“As investigações que decorriam há aproximadamente duas semanas, a diversos furtos que aconteceram no concelho de Miranda do Corvo, conduziram ao arguido que trabalhava numa empresa de telecomunicações. Quando o indivíduo se deslocava às residências para repara avarias ou instalar novos equipamentos, praticava os furtos no seu interior, sem que os proprietários se apercebessem”, refere a GNR em comunicado.

Na sequência das diligências efetuadas pela GNR foram também recuperados diversos artigos em ouro, provenientes dos furtos.

O Núcleo de Investigação Criminal, do Destacamento Territorial da GNR da Lousã,
prossegue com as investigações.

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …