GNR lança amanhã operação de fiscalização de condução sobre influência do álcool e deteve dois homens em Santa Comba Dão

A Guarda Nacional Republicana vai intensificar amanhã a fiscalização da condução sob influência de álcool e de substâncias psicotrópicas, bem como o combate à criminalidade. As 414 acções previstas, contam com um efectivo de 1094 militares da Unidade Nacional de Trânsito, dos comandos territoriais e da Unidade de Intervenção.

A GNR informa ainda que estas acções são direccionadas para as vias onde as infracções por excesso de álcool são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação (sobretudo para as estradas nacionais, regionais e municipais de acesso a estabelecimentos de diversão nocturna), e locais onde existam dados ou indícios da prática de ilícitos de natureza criminal.

Este ano, e até 30 de Setembro, foram testados 878 327 condutores, dos quais 20 525 conduziam com taxa de álcool superior ao permitido por lei, tendo 7700 destes condutores sido detidos por conduzirem com taxa crime (igual/superior a 1,20 gramas/litro). Considerando estes números, “o combate à sinistralidade rodoviária continua a ser uma prioridade estratégica da GNR, estando planeadas diversas operações nacionais, com empenhamento intensivo e simultâneo de meios de modo a maximizar a capacidade de intervenção”.

Militares do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Santa Comba Dão detiveram anteontem em Santa Comba Dão, dois indivíduos, com 26 e 30 anos de idade, por posse de estupefacientes.
Os suspeitos foram detidos na sequência de uma operação de combate ao tráfico e consumo de produtos estupefacientes que culminou no cumprimento de uma busca domiciliária na residência dos mesmos. No âmbito da acção foi apreendido o seguinte: 57 doses de haxixe, uma balança de precisão e uma faca.

Foram ainda identificados dois indivíduos por se encontrarem na posse de estupefacientes para consumo e notificados para comparecerem na Comissão para a Dissuasão da Toxicodependência de Viseu. Os detidos foram constituídos arguidos, sujeitos a Termo de Identidade e Residência.

 

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …