GNR stripper condenado a um ano de dez meses de prisão

O cabo da GNR acusado de usar material de serviço em espectáculos de striptease foi condenado, hoje, a uma pena de um ano e dez meses de prisão com pena suspensa. Pedro Almeida, segundo o jornal Correio da Manhã, foi considerado culpado de uso indevido de material de guerra.

“O tribunal não tem qualquer dúvida que o militar realizou o espectáculo de striptease e usou a arma de serviço, conduta que sabia ser proibida”, declarou a juíza durante a leitura do acórdão no Tribunal de São João Novo, Porto, classificando o acto de “muito grave” e “leviano”.

O militar terá realizado a 8 de Março de 2014, Dia da Mulher, quatro espectáculos de striptease em discotecas, bares e restaurantes diferentes com a farda e arma de serviço tendo sido, posteriormente, publicadas fotografias na rede social ‘Facebook’. O Ministério Público tinha pedido uma pena de dois anos de prisão, considerando que o militar “agiu com enorme leviandade e dolo imenso”.

Fonte: Correio da Manhã

 

LEIA TAMBÉM

Dois detidos em flagrante em Tábua por cultivo de cannabis

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Lousã deteve, ontem, dois homens com …

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Apenas um elemento do grupo suspeito de vários crimes na zona Centro ficou em prisão

Dos cinco jovens, com idade entre os 22 e os 28 anos detidos pela PJ …