Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

GNR vai aumenta amanhã fiscalização ao uso do cinto de segurança e telemóvel

A GNR intensifica, amanhã, em todo o país, a fiscalização ao uso do cinto de segurança, cadeirinhas para crianças e uso do telemóvel durante a condução. A operação, denominada “Anjo da Guarda”, vai contar com mil militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito, que vão realizar 470 acções de fiscalização, adianta a GNR, em comunicado.

A Guarda Nacional Republicana explica que estas acções de fiscalização vão estar direccionadas para as vias situadas no interior das localidades e estradas nacionais, regionais e municipais, onde as infracções, por falta de cinto de segurança e cadeirinhas para crianças e uso do telemóvel, são mais frequentes.

A GNR registou, desde o início do ano e até ao dia 10 de Agosto, 18.697 infracções por uso indevido de telemóvel durante a condução, 19.880 por incorrecta ou não utilização do cinto de segurança e 1.427 pela falta dos sistemas de retenção para crianças. Devido a estes números, aquela força de segurança sublinha que vai realizar, este ano, diversas operações de cariz preventivo, com o objectivo de alertar os condutores para os riscos associados a estas infracções, principalmente da incorrecta ou não utilização do cinto de segurança e das cadeirinhas para crianças, tendo em conta que estão associadas às principais causas de lesões graves em caso de acidente.

LEIA TAMBÉM

Autarca de Oliveira do Hospital tem muitas dúvidas sobre a capacidade de se fazer cumprir lei de limpeza da floresta

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital acredita que nenhum concelho vai conseguir …

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …