Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

GNR vai intensificar fiscalização da condução sob influência de álcool

A Guarda Nacional Republicana (GNR) inicia amanhã, até 28 de Maio, uma intensificação do controlo da condução sob influência de álcool, com o objectivo de prevenir a sinistralidade rodoviária e aumentar o sentimento de segurança dos utentes da via. A GNR esclarece que as acções de fiscalização serão direccionadas para as vias onde as infracções por excesso de álcool são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação, estando empenhados militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito.

Do início do ano e até ao dia 13 de Maio, foram fiscalizados cerca de 540 mil condutores, tendo sido registados 8.239 excessos de álcool, dos quais 3 332 exerciam a condução com uma taxa crime igual ou superior a 1.2 gramas por litro (g/l).

A condução sob a influência do álcool, lembra esta força de segurança, é uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave em Portugal. Por isso, “importa esclarecer que o risco de envolvimento em acidente mortal aumenta, quanto maior for a concentração de álcool no sangue”. Com 0,50 g/l de álcool no sangue, o risco aumenta duas vezes; com 0,80 g/l, o risco aumenta quatro vezes; com 0,90 g/l, cinco vezes; e com 1,20 g/l, note bem, o risco de envolvimento em acidente mortal aumenta 16 vezes.

LEIA TAMBÉM

Subida de temperatura e risco elevado de incêndios no interior nos próximos dias

Onde de calor vai continuar, com as temperaturas a rondar os 30 graus

O calor vai continuar a fazer-se sentir no continente, com as temperaturas a rondar os …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve quatro homens por presumível roubo, sequestro e assassinato em vários concelhos, incluindo Coimbra

A Polícia Judiciária deteve quatro homens, mediante Mandados de Detenção emitidos pelo DIAP de Leiria …