Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

GNR vai intensificar fiscalização da condução sob influência de álcool

A Guarda Nacional Republicana (GNR) inicia amanhã, até 28 de Maio, uma intensificação do controlo da condução sob influência de álcool, com o objectivo de prevenir a sinistralidade rodoviária e aumentar o sentimento de segurança dos utentes da via. A GNR esclarece que as acções de fiscalização serão direccionadas para as vias onde as infracções por excesso de álcool são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação, estando empenhados militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito.

Do início do ano e até ao dia 13 de Maio, foram fiscalizados cerca de 540 mil condutores, tendo sido registados 8.239 excessos de álcool, dos quais 3 332 exerciam a condução com uma taxa crime igual ou superior a 1.2 gramas por litro (g/l).

A condução sob a influência do álcool, lembra esta força de segurança, é uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave em Portugal. Por isso, “importa esclarecer que o risco de envolvimento em acidente mortal aumenta, quanto maior for a concentração de álcool no sangue”. Com 0,50 g/l de álcool no sangue, o risco aumenta duas vezes; com 0,80 g/l, o risco aumenta quatro vezes; com 0,90 g/l, cinco vezes; e com 1,20 g/l, note bem, o risco de envolvimento em acidente mortal aumenta 16 vezes.

LEIA TAMBÉM

Mais de duas toneladas de queijo denominado Serra da Estrela apreendidos em Seia

Mais de duas toneladas de queijo indevidamente classificado com denominação de origem protegida (DOP) Serra …

Homem de 47 anos detido depois de violar mulher em Coimbra que conheceu via Facebook

Um homem de 47 anos, empregado na construção civil, foi detido pela Polícia Judiciária depois …