IC6

Governo confirma que não haverá conclusão da ligação do IC6 entre Tábua e Oliveira do Hospital

O governo liderado por António Costa não tem qualquer plano para a conclusão da construção do IC6 no seu todo ou em parte. A confirmação surgiu este mês da parte do ministro do Planeamento e das Infraestruturas em resposta a um conjunto de perguntas lançadas por um grupo de deputados do PSD, liderado por Fátima Ramos. Os sociais-democratas pretendiam saber “qual o ponto de situação do processo de construção do IC6”. O esclarecimento do governo foi lacónico. “De momento não existe qualquer programação para a construção do IC6”, limitou-se a referir o gabinete do ministro Pedro Marques, fazendo valer esta resposta também para a pergunta sobre a construção do troço entre Tábua e Oliveira do Hospital.

A única novidade positiva nestes esclarecimentos prende-se com a reabilitação da Estrada Nacional 17. Na resposta, o Gabinete de Segundo Pedro Marques garante que se encontra em fase final o processo de adjudicação da reabilitação daquela via em Oliveira do Hospital, mais concretamente entre os quilómetros 64 e 71.

“Esta informação vem desmentir as declarações do Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, em Dezembro de 2015, onde afirmava ter chegado a acordo com o Presidente das Infraestruturas de Portugal para a construção de um pequeno troço do IC6, entre o Poço do Gato e a Zona Industrial de Oliveira do Hospital”, refere uma fonte social-democrata. “Há algo aqui que não bate certo. Alguém mentiu”, reforça a mesma fonte.

Juntamente com Fátima Ramos, os deputados António Costa e Silva, Álvaro Batista, José Silvano, Emília Cerqueira, António Ventura, Manuel Rodrigues, Margarida Mano e Maurício Marques recordavam na sua interpelação que “o IC6 – Itinerário Complementar do Pinhal Interior Norte é um itinerário complementar que está pensado para ligar Coimbra à Covilhã através do itinerário do interior do distrito de Coimbra”. “Actualmente faz a ligação entre o IP3 junto a Oliveira do Mondego e a EN 17, Estrada da Beira, junto à Candosa, em Tábua. Esta estrada tem uma grande importância na medida em que permite uma ligação mais directa do alto do distrito a Coimbra.”

Nas perguntas dirigidas ao Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, os sociais-democratas frisavam igualmente que “apesar de prometida há bastantes anos e muito reivindicada pelas pessoas destes concelhos, o prolongamento do IC6 entre Tábua e a Covilhã continua por fazer” e que “em 2009 chegou a ser anunciado o ano de 2013 para data de conclusão das obras”, um processo cancelado no início de 2010 devido à crise económica e financeira do País.

No mesmo documento explicavam ainda que a coligação PSD/CDS não teve possibilidades de fazer avançar o projecto porque, no período em que a coligação foi governo, Portugal enfrentou a necessidade de recuperar de uma “situação de pré-bancarrota iminente”. Consideram, porém, que esse período foi ultrapassado “graças ao esforço dos portugueses e ao empenho e tenacidade do governo anterior” e como tal “começou a surgir na população a esperança que as obras tivessem continuidade”. A resposta, porém, foi que não há nada em preparação para aquele Itinerário Complementar do Pinhal Interior Norte.

LEIA TAMBÉM

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …

O “Ciclone de Fogo” varreu aquela noite que o foi de (quase) todos os medos… Autor: João Dinis, Jano

Naquela noite de (quase) todos os Fogos e de (quase) todos os medos, morreu Gente …

  • Abel Bernardo Oliveira

    Quando os que agora reivindicam a não concluíram durante o seu mandato, porque havia este governo de a fazer?? Que se saiba ao governo da Giringonça não saíu o euromilhões. O PSD que tenha calma e não reivindique aquilo que ele próprio não fez!

  • Ele & ELa

    E só o nosso grande presidente da câmara fazer uma manifestação que o IC6 é logo concluído!

  • Boas

    “Na Quarta Feira o João Nunes Presidente da BLC3 foi para a Secretaria de Estado da energia,ontem acompanhei-o na reunião com o Presidente da Agencia de inovação e hoje com o Ministro

    do Ensino Superior.

    É um jovem brilhante que faz a diferença em qualquer reunião.

    Os medíocres e invejosos,que não aceitam a diferença atacam com calunias e vomitam inveja contra o João num pasquim local.

    Antigamente compravam a vaidade com dinheiro.

    Á falta deste semeiam a calunia para sobreviverem.

    A BLC3 é hoje a estrutura de investigação nacional mais premiada a nível internacional .

    Os medíocres que dizem ter amor á terra salivam ódio.

    São os imbecis que temos.

    Restam os tribunais,se eles funcionarem para acabar com os que fazem da vida uma infâmia”.

    António Campos dixit na sua página do facebook
    Embrulha caga centimos 🙂

  • Jorge Oliveira

    Este Ministro e o anterior do governo de Passos são responsáveis por nada fazer no IC6. Já lá vão 5 anos sem fazer nada