Governo dá ordens para abertura do concurso público dos IC6, IC7 e IC 37

De acordo com o que refere uma nota de imprensa enviada a este diário digital pelo Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações (MOPTC), as novas concessões – Serra da Estrela, Vouga, Tejo Internacional e Ribatejo – deverão se lançadas pelas Estradas de Portugal (EP) até ao final do primeiro semestre de 2010, através de uma parceria público-privada.

Na mesma nota, o MOPTC esclarece que “estes quatro novos empreendimentos rodoviários prioritários (…) são exclusivamente para impulsionar o desenvolvimento do interior, com o objectivo de aproximar os concelhos do interior dos principais eixos rodoviários, e do litoral”.

Em causa, está um investimento que visa também melhorar “as ligações de proximidade de mais de 30 sedes do concelho”.

Quanto à concessão Serra da Estrela, os itinerários complementares a construir são os seguintes:

. Itinerário Complementar (IC) 6, entre Tábua e Covilhã (IP2/A23);

. IC 7, entre Oliveira do Hospital (IC6) e Fornos de Algodres (IP5/A25);

. IC 37, entre Viseu (IP5/A25) e Seia (IC7).

Sublinhe-se que a nova variante de Tábua e o troço do IC 6, entre o nó de Coja e o nó de Tábua, ficam concluídos durante este mês, enquanto que a conclusão desta fase do IC6, até à Catraia dos Poços, deverá abrir ao trânsito durante o próximo mês de Março.

Estas duas vias, têm uma extensão de 23 quilómetros e um custo de cerca de 52 milhões de euros. Segundo afirmou recentemente o secretário de Estado Adjunto do MOPTC, Paulo Campos, trata-se do “maior investimento público feito nesta região, desde o tempo da Monarquia”.

 

Quem já se veio congratular publicamente com este anúncio do Governo, foi o autarca da Câmara de Seia, Eduardo Brito, que em declarações ao jornal Porta da Estrela disse tratar-se de “uma decisão histórica”.

LEIA TAMBÉM

Nova liderança da JSD de Oliveira do Hospital quer colocar problemas dos jovens na agenda política local

Virgílio Salvador, de 26 anos, foi eleito no domingo presidente da Juventude Social Democrata de …

«Castração» política em Oliveira do Hospital. Autor: João Cruz

Passados 44 anos após o 25 de Abril de 1974, vive-se hoje em Oliveira do …