Governo enfrenta hoje quarta greve geral

O agravamento da austeridade determinou a convocação da quarta greve geral realizada em Portugal nos últimos dois anos de Governo, unindo agora a CGTP e a UGT, à semelhança do protesto de 2011.

Assim, e apesar da “unidade na acção”, não é esperado que os líderes das duas centrais sindicais, Arménio Carlos e Carlos Silva, participem em acções conjuntas, embora ambos antecipem uma “forte adesão” num dia em que muitos serviços serão afectados.

Para além das deslocações previstas pelos dois dirigentes junto de piquetes de greve em diversas empresas no distrito de Lisboa, a UGT promove, pelas 15:30, uma concentração de dirigentes e activistas sindicais junto ao Ministério das Finanças, em Lisboa. Já a CGTP, para além de várias concentrações nas principais capitais de distrito, promove um desfile que parte do Rossio, pelas 14:30, até São Bento, em Lisboa.
A Plataforma 15 de Outubro também se vai juntar aos protestos em dia de greve geral, tendo convocado uma manifestação entre o Rossio e São Bento para “derrubar o Governo e expulsar a ‘troika’ de Portugal”.

“Iremos sair à rua porque estamos fartos de ser roubados. O povo não aguenta mais”, refere uma nota deste movimento, sublinhando que “é hora de mudar”.
Também no sector dos transportes haverá perturbações e o tráfego aéreo não é exceção.
Nas escolas, o anúncio da greve geral e adesão dos sindicados de professores teve um efeito quase imediato. O Ministério da Educação decidiu antecipar para quarta-feira as provas finais de matemática dos 6.º e 9.ºanos que estavam agendadas para quinta-feira.

A greve geral de 27 de Junho, a 10ª marcada pela CGTP, realiza-se cerca de sete meses depois de uma paralisação idêntica, também motivada pelo agravamento da austeridade.

LEIA TAMBÉM

Governo lança hoje financiamento de 36 milhões para recuperar floresta das áreas ardidas, sendo 4 milhões para o Pinhal Interior

O Governo lança hoje concursos faseados de apoio à floresta, por região do país, no …

À Boleia Autor: André Duarte Feiteira

O país da Maria, do Manuel, das cunhas e dos tachos! Autor: André Duarte Feiteira

Que bonito é Portugal! Um país à beira mar plantado, com um clima afortunado e …