Hackers estragam Natal a adeptos da PlayStation Network e Xbox Live a troco de gargalhadas

Muitas das crianças e adultos que receberam presentes ligados às principais plataformas de jogos sofreram um pequeno desgosto este Natal: um grupo de hackers atacou os sistemas da PlayStation Network e Xbox Live  e impediram os fãs dos jogos de experimentar os novos presentes on-line. Desde a noite de consoada e principalmente no dia de Natal os servidores das duas companhias foram vítimas de ataques DDoS, deixando os serviços instáveis ou completamente fora do ar. Os hackers já vieram dizer que fizeram este ataque simplesmente por diversão.

A página de suporte da Xbox Live explicou logo que os serviços estavam limitados, o que significa que se podia ou não conseguir uma ligação via Xbox 360 ou Xbox One. Com alguns serviços inacessíveis, era possível não se conseguir nem mesmo jogar alguma coisa e, por isso, é aconselhavam a mudar o status para offline

A Sony, por seu lado, informou no Twitter, que tinha identificado as falhas e que estava a investigar as possíveis causas enquanto trabalhava para normalizar situação. Nas redes sociais, foi grande o número de utilizadores que relataram instabilidades nas ligações ao longo dos últimos dias.

Ontem, a Microsoft já tinha reestabelecido o seu serviço (apesar de que algumas funcionalidades continuarem com problemas), mas a Sony ainda está a trabalhar em soluções para a PlayStation Network.

Aproveitando os holofotes, alguns hackers do grupo resolveram dar uma entrevista ao site Wine Beta explicaram que fizeram estes ataques apenas por algumas  gargalhadas. Esse foi o ponto que motivou estas acções, mas o grupo depois viu que era uma boa oportunidade (considerando o elevado número de jogadores) para mostrar a fraqueza de segurança da PSN e da LIVE. Mas segundo os especialistas esta última razão não colhe, porque o grupo denominado  Lizard Squad realizou um ataque do tipo DDoS (ataque distribuído por negação de serviço), que não consegue demonstrar a uma fraqueza ou falha de segurança, já que tal tipo de acção apenas mostra as limitações de infraestrutura.

LEIA TAMBÉM

Solução para vinagres sem conservantes está nas películas à base de camarão ou de fungos

Já tinham descoberto uma forma de conservar os vinhos sem recurso à adição de sulfitos, …

Universidade de Coimbra desenvolveu modelo matemático que poderá ter impacto “na cardiologia de intervenção”

Um modelo matemático que simula a libertação do fármaco a partir dos ‘stents’ de última …

  • Lizard Squad

    I hate this people «, i need to fuck this website?