“Hasta siempre”, Comandante Fidel ! Autor: João Dinis

Curvo a minha cabeça até ao chão, em teu respeito, e logo a levanto, que a luta continua!

És (nosso) Comandante nesta incessante batalha pela afirmação, pela dignidade dos fracos e oprimidos. Batalha que protagonizas com convicções, com coragem, com talento, lá bem na frente com teu (s) Povo (s). Não, não és um D. Quixote contemporâneo que para ti, e para nós, a história é a sério, é a vida, não é ficção. E perante ti a história também se curva, em respeito, nesta hora. E, connosco, gritam milhões e milhões: A luta continua! – “Hasta la Vitória, Siempre!”.

Perante tamanha lição de vida, como muito poucos já viveram, há sempre a reacção daqueles que odeiam a liberdade que vive e se revigora na liberdade em concreto – na saúde, na educação, na solidariedade, na dignidade, no humanismo de facto. Odeiam-te sobretudo aqueles que, julgando-se invencíveis, afinal foram derrotados, décadas a fio, pelos episódios reais de um sonho maior: o fim da exploração do homem pelo homem, ali, naquela e a partir daquela pequena ilha, Cuba, tua Pátria querida!

Para se entender melhor tua razão, aqui te cito:- “É isso que eles não nos podem perdoar, que estejamos aqui, sob seus narizes, e que tenhamos feito uma revolução socialista debaixo dos narizes dos Estados Unidos (…). Esta é a revolução socialista e democrática dos humildes, com os humildes e para os humildes”.

Venceste-os ainda em tua morte pois sobre ti ela desceu “apenas” quando a lei da vida assim o determinou e não quando eles tentaram assassinar-te, e tantas foram as vezes que o tentaram! E vais vencê-los, connosco, muitas e muitas mais vezes. Em Cuba e nos confins deste mundo!

Mostraste como são “irmãos”, como são possíveis, como são dialéticos (entre si) o patriotismo e o internacionalismo.

Teu legado também nos ajuda a nós, Portugueses patriotas, a bradar bem alto que também nós, na nossa Pátria, Portugal, havemos de derrotar as amarras da opressão, da chantagem e do neocolonialismo que esta União Europeia do grande capital nos impõe, com as suas “tróikas”, os seus “patrões” e os seus servidores em geral ! E isso faremos, apesar dos traidores de todos os matizes que como a ti te odeiam, a nós odeiam também.

“Patria o muerte, venceremos!”.   Viva Fidel !

janoAutor: João Dinis, Jano

LEIA TAMBÉM

Rodrigues Gonçalves preterido, Dulce Pássaro deve ser a cabeça de lista do PS à liderança da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital

O presidente da Assembleia Municipal (AM) de Oliveira do Hospital anunciou ontem que o seu …

CM de Oliveira do Hospital não reduz IMI para 2018

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou hoje com três abstenções a proposta que …

  • Sérgio Correia

    …. mais um ditador que foi. Ainda sobram alguns.

    • Tudo trumpido

      Vê lá se tratas do Trump…e a ti próprio…
      Abre essa pestana..
      Parece – dada tal opinião! – que não queres ser cego…

    • raspa-te

      Continuas a xuxar na teta?
      Tu gostas de outro tipo de ditadores aqueles que te vao dando umas migalhas!