Últimas

Cid Teles, a cigarra do Triste Fado: Na imprensa. Autor: Renato Nunes

Se compulsarmos o arquivo de A Comarca de Arganil, que já foi parcialmente disponibilizado em suporte digital numa plataforma informática (1.ª série, 1901-2009), iremos constatar a existência de 47 entradas, quando encetamos uma pesquisa com o nome “Manuel Cid Teles”; o número sobe para 61, quando apenas escrevemos “Cid Teles”). …

Ler Mais »

Cid Teles, a cigarra do Triste Fado: A obra poética. Autor: Renato Nunes

A Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira (volume XXXI) registou as seguintes notas biográficas a respeito de Cid Teles: “Poeta, nascido em 1910 [na verdade, 1911], em Tábua. Residiu durante anos no Porto, onde publicou os seguintes livros de versos: As Minhas Quadras, 1932; Sombras, 1934; e Chuva de Estrelas, 1947. …

Ler Mais »

Cid Teles, a cigarra do Triste Fado: Possíveis influências. Autor Renato Nunes

Não é fácil identificar as influências de um indivíduo. Ainda assim, o estudo dos seus percursos, da sua época, das relações interpessoais travadas, da biblioteca pessoal e dos próprios vestígios que foi deixando, quer nas obras, quer nas entrevistas concedidas, constituem importantes fontes onde os investigadores podem beber inspiração. Através …

Ler Mais »

PUBLICIDADE

inovve - agência web design

PUBLICIDADE

Eptoliva Oliveira do Hospital