Marido detido por suspeita de ter assassinado mulher em Seia e simulado acidente de viação

Homem suspeito de matar a mulher em Seia vai começar a ser julgado amanhã

O Tribunal da Guarda começa a julgar amanhã, pelas 9h30, por um tribunal de júri, o homem de 38 anos suspeito de matar a mulher num acidente rodoviário que terá simulado numa estrada municipal do concelho de Seia. O caso aconteceu a 18 Novembro de 2014 e o alegado acidente ocorreu na estrada de ligação Furtado – Sandomil, em Seia, na sequência de uma discussão sobre o relacionamento com a companheira, advogada, de 38 anos.

Acusação refere que o arguido Rui Andrade, economista de profissão, motivado por ciúmes, agrediu a companheira e “com o intuito de provocar na vítima lesões compatíveis com a tese de acidente e que permitissem ocultar as lesões que lhe havia infligido voluntariamente decidiu simular a ocorrência de um acidente de viação”.

É referido que mantendo a vítima no interior do carro, “destravou-o, abriu os vidros das janelas das portas do lado do condutor e do pendura e empurrou o veículo pela ravina ali existente, aguardando que este capotasse ou se incendiasse”. “Como não obteve o resultado pretendido”, é acusado de alegadamente ter provocado várias lesões “que foram causa directa e adequada” da morte da mulher, defende ainda a acusação. O Ministério Público concluiu ainda que o arguido actuou de forma “sempre livre, voluntária e consciente”, motivado “pelos ciúmes que tinha da sua companheira, por não aceitar que esta quisesse deixar de viver consigo”.

Rui Andrade, que está em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional da Guarda, senta-se no banco dos réus acusado de um crime de homicídio qualificado e de um crime de sabotagem informática.

LEIA TAMBÉM

O ódio à escola. Autor: Renato Nunes

7h00. O despertador toca e Mauro enrola-se nos cobertores, assim que consegue silenciar o maldito …

Quem compra pássaros? Autor: Renato Nunes.

Todos os sábados, quando ainda mal amanhece, saio de casa em direcção ao mercado semanal. …