hotel S. Paulo

Hotel S. Paulo vai ser reabilitado e pretende “repor oferta hoteleira de qualidade” em Oliveira do Hospital

O Hotel S. Paulo, situado no centro de Oliveira do Hospital, vai ser integralmente reabilitado. A iniciativa partiu dos proprietários, após a entrega do imóvel pelo arrendatário no ano passado. O projecto de reabilitação que foi apresentado, na sexta-feira, à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, dotará a nova unidade hoteleira de 44 unidades de alojamento (quartos e suites), algumas  adaptadas ao uso por utentes com mobilidade condicionada. Os promotores, que ainda não divulgaram os valores previstos neste investimento, aguardam agora uma resposta da autarquia e do Turismo de Portugal e pretendem arrancar com as obras logo que possível.

“O objectivo é devolver à cidade um estabelecimento emblemático e repor uma oferta hoteleira de qualidade. A reabilitação do Hotel S. Paulo constitui um objectivo e anseio dos proprietários (Herdeiros de Joaquim e António Álvaro), que nunca desistiram deste propósito, muito incentivados pela Câmara Municipal, que, no quadro das suas competências, sempre disponibilizou todo o apoio à reabertura daquele estabelecimento”, referem em comunicado os promotores.

A reabilitação a cargo da BD – Projectistas Associados e com assinatura do Arquitecto J. Barata Duarte, procurará, segundo os proprietários, manter as linhas gerais exteriores características de uma época do edifício, respeitando-se a traça original da edificação, mas apostando na sua reformulação, modernização interna e actualização tecnológica. “Uma das características mais interessantes da operação de reabilitação visa o reenquadramento urbanístico na envolvente, numa premeditada ‘abertura’ das zonas sociais ou públicas do Hotel ao exterior, envolvendo valências como a gastronomia, os eventos, o convívio social e o lazer”, referem.

A intervenção pretende que o restaurante, o bar e a ampla esplanada que desejam implementar em toda a frente do Hotel, tenham uma interligação natural e directa à via pública, o que, acreditam, contribuirá para a “reconstituição do local como ponto de encontro e pólo da vida social na cidade, numa dinâmica muito interessante e vantajosa para um vasto número de agentes económicos e população em geral”.

O projecto um tratamento paisagístico adequado de toda a faixa periférica envolvente ao estabelecimento, com destaque para a implementação de uma zona lúdica ajardinada e aberta ao exterior, equipada com piscina, solário e bar lounge. A par da reconversão de todas as áreas técnicas e de serviço do Hotel, serão criados circuitos diferenciados e os pisos serão dotados de copas de apoio de serviço. Manter-se-á o multifacetado e polivalente salão no último piso,  dotado de novas instalações de apoio, bem como o “bar-terrace” panorâmico.

LEIA TAMBÉM

Dois detidos em flagrante em Tábua por cultivo de cannabis

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Lousã deteve, ontem, dois homens com …

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Apenas um elemento do grupo suspeito de vários crimes na zona Centro ficou em prisão

Dos cinco jovens, com idade entre os 22 e os 28 anos detidos pela PJ …

  • Mancamulas

    Subsidio a caminho! Portugal é assim!