IC6 fora das obras prioritárias até 2030, IP3 é a única aposta

A única obra prioritária de alcatrão para os próximos tempos é a reconversão do IP3, que liga as cidades de Coimbra e Viseu, refere a edição de hoje do jornal Expresso num artigo intitulado “Governo insiste em debate sério com o PSD. O que está em causa? O novo plano [obras públicas] até 2030”. Aquele semanário explica que o orçamento da Infra-estruturas de Portugal (IP) não aguenta investimentos pesados e que “Bruxelas fechou a torneira a este tipo de obras”. O artigo coloca assim praticamente fora de hipótese a conclusão do IC6, que José Carlos Alexandrino considerou vital para se recandidatar à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital pelo PS, até 2030. Aquele semanário lembra ainda que a prioridade da IP está em melhorar os acessos às áreas empresariais “e conta para isso com 100 milhões de euros”.

Paralelamente, a reconversão do IP3 poderá ser o único traçado a ter um tratamento excepcional, mas ainda assim existe sempre “o problema do dinheiro”. “O tema IP3 tem sofrido avanços e recuos. Agora a Infra-estruturas de Portugal admite a construção de um traçado paralelo, ou prolongar a A13 (Pinhal Interior) até Viseu”, conta o Expresso, lembrando que esta é uma via com muita sinistralidade, tão elevada “que até a Liga de Bombeiros se meteu ao barulho e os partidos consideram a obra vital”. O semanário recupera também declarações do patrão da Mota-Engil, António Mota, que costuma dizer que “há muito tempo que a estrada da morte deveria ter sido substituída”.

LEIA TAMBÉM

Faleceu a romancista Ermelinda da Silva

A romancista Ermelinda da Silva natural de Vila Franca da Beira faleceu ontem e funeral …

Um ferido grave e outro ligeiro num despiste em Tábua

Um despiste esta tarde (18h04) na Estrada Municipal 1304, na freguesia de Vila Nova de …

  • Carlos Antunes

    Sr. Carlos Alexandrino não tem vergonha de ser candidato depois de ter prometido aos oliveirenses que não o seria senão lhe fosse construído o IC6? Onde está a sua palavra de político e de homem? Não sente vergonha? Vale tudo para manter o poder, mesmo perdendo a dignidade? O que o senhor fez é trsite, do pior que existe na política. Espero que explique esta sua atitude durante a campanha eleitoral. Que credibilidade tem depois de tanto barulho, ameaças e , em nome de manter o poder, engole tudo e avança. Os homens querem-se inteiros, ainda por cima um candidato a gerir o concelho. Espero que os oliveirense lhe ofereçam a devida resposta a esta sua falta de decoro. Uma vergonha. A sua atutude está ao nível do mais rasteiro que existe na política. Estou convencido que nem as festas pagas, algumas delas com dinheiros publicos, e os porcos no espeto o vão safar de uma surpresa amarga, porque o povo oliveirense é sério e não gosta de quem não tem palavra.