Imagem vazia padrão

A Câmara Municipal anda há vários anos a protelar uma “intervenção de fundo” no lar de idosos de Travanca de Lagos e deixou de admitir utentes por falta de condições. Preocupados estão os familiares de idosos sem recursos financeiros, que não acreditam no que está a acontecer a um dos primeiros lares a aparecer no concelho.

Idosos de mãos atadas

O tema é velho, mas está a suscitar cada vez mais preocupações em Travanca de Lagos, uma freguesia onde o índice de envelhecimento da população é bastante elevado.

Em causa está um dos primeiros lares de idosos a aparecer no concelho de Oliveira do Hospital – o lar da Fundação Sarah Beirão –, que está sob a alçada da Câmara Municipal e chegou aos dias de hoje num estado que já não se compadece com as exigências legais impostas pelo Ministério do Trabalho e da Solidariedade.

Entre a população ainda há quem recorde os tempos em que aquela instituição tinha a lotação sempre esgotada. Mas, hoje, de acordo com o que referiu ao Correio da Beira Serra uma fonte conhecedora do processo, “já quase são mais os funcionários que os utentes”, dado que actualmente aquele equipamento social “alberga” nove funcionários e dez idosos.

Idosos procuram soluções noutros concelhos

Imagem vazia padrãoCom as inscrições fechadas “há muito tempo”, a população idosa de Travanca de Lagos – sobretudo a que apresenta mais carências económicas –, está hoje privada daquele importante apoio social à terceira-idade e vê-se forçada a recorrer a algumas unidades de fora do próprio concelho. O problema é que, conforme sublinhou a este jornal a mesma fonte, que tem um familiar próximo ali instalado, “nem todos têm possibilidades de pagar 600 euros por mês”. “Há um idoso com cerca de 90 anos que quer ir para o lar onde está a mulher, mas não tem condições financeiras” para sair da freguesia, revela aquela fonte. É um exemplo, porventura, entre tantos outros.

Salientando que várias pessoas da freguesia têm vindo inclusivamente a procurar alojamento no concelho de Seia – Em Sazes da Beira e Sandomil, sobretudo –, a fonte do Correio da Beira Serra sublinha que “a situação tem vindo a agravar-se nos últimos anos”.

O CBS sabe que esta questão do lar Sarah Beirão já se vem arrastando desde o início do século e o executivo camarário tem sido alertado para a gravidade do problema. Há inclusivamente quem sustente que, fruto do abandono a que foi votado, este lar não “passaria hoje numa inspecção” das entidades competentes, visto que carece de uma “intervenção de fundo para que cumpra os requisitos legais”.

Numa das actas que o CBS consultou, de Dezembro de 2005, o vereador do PS, José Francisco Rolo, já utiliza a palavra “lastimável” para classificar o estado a que a autarquia oliveirense deixou chegar o equipamento. O edifício de vários pisos, não possui sequer um elevador ou qualquer outra solução que facilite a deslocação dos utentes.

Autarca local diz que a situação não está “bem definida”

Contactado por este jornal, o presidente da junta de freguesia local, António Santos, mostrou-se igualmente preocupado com o problema. “Gostava de ver as coisas resolvidas porque Travanca foi das primeiras freguesias a ter um lar e é pena que não se dê continuação ou não se façam as obras”, afirmou Santos ao Correio da Beira Serra, explicando ainda que o presidente da câmara lhe disse que “não ia meter mais ninguém enquanto não se fizessem as obras”.

Consciente de que “a situação não está bem definida”, o autarca do PSD também diz não ter qualquer “previsão” de quando é que as obras poderão iniciar-se, até porque “no Plano de Actividades para 2008 não consta nada”.

Perante o vazio existente nesta área, uma das IPS´s de fora do concelho que vem dando algum apoio a situações de maior precariedade, é o Centro Social e Paroquial Caeiro da Matta, na freguesia de Midões.

Henrique Barreto

LEIA TAMBÉM

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …

LMAN promove “peregrinação” ao Santuário de Nossa senhora das Preces em Vale de Maceira

A Liga de Melhoramentos Desporto e Cultura de Aldeia de Nogueira (LMAN) vai realizar no …