Idosos do Lar de Avô vão realizar uma exposição e venda de obras que eles próprios realizaram alusivas ao Natal

Idosos do Lar da Vila de Avô vão realizar uma exposição/venda de obras que eles próprios realizaram alusivas ao Natal

Os utentes do Lar Nossa Senhora da Assunção, da Vila de Avô, têm trabalhado desde Junho para preparar o regresso, depois de um ano de interregno, da exposição de Natal da instituição. Uma mostra que este ano está agendada para os próximos sábado e domingo, entre as 14h00 e as 18h00, no Centro Cultural Dr. Vasco de Campos. A iniciativa vai colocar em exibição várias peças de decoração de Natal produzidas pelos utentes do lar com alguns dos produtos reciclados que serão vendidas aos visitantes, sendo a verba angariada a reverter para o Lar.10804933_869140063105919_127734648_n (Medium)

“Esta mostra, que não se realizou no ano passado, atrai sempre muita gente. As peças são quase todas vendidas, inclusive já temos algumas reservadas, e, mais importante, este é um trabalho gratificante para esta gente que, com esta ocupação, se sente útil”, explica a directora técnica do Lar, Anabela Veloso, adiantando que a ocupação das pessoas mais idosas é muito importante. “Existe uma dinamização extremamente importante”, resume.

As peças são feitas aproveitando muito do material reciclado, o que, no entender 10819008_869142109772381_1013591653_n (Medium)de Anabela Veloso, ajuda mesmo o ambiente. Uma das novidades deste ano é a utilização de parte de tecido de chita que sobrou do desfile das marchas populares e outros pedaços que foram oferecidos por fornecedores. “Existirá uma secção dedicada a esse tema”, confirma esta responsável que, este ano, dado o grande afluxo de público, se viu obrigada a encontrar um espaço com uma área superior em relação aos anos anteriores. “E depois conseguimos vender quase tudo ou praticamente tudo. Na última sobraram apenas duas peças”, confirma.

10841228_869140086439250_2062084149_n (Medium)Os utentes, por seu lado, vão dando os últimos retoques nas obras que estão a realizar. Nos seus aposentos vão trabalhando tranquilamente, entre sorrisos quando sabem que estão a ser observados por jornalistas. E mostram com orgulho algumas das peças já terminadas. Peças que por certo vão agradar aos visitantes.

LEIA TAMBÉM

Suspeito de tentar matar ex-namorada em Tábua conhece hoje a sentença

O Tribunal de Coimbra determina hoje, pelas 13h30, a sentença a um homem de 43 …

Ana Abrunhosa entregou quatro habitações reconstruídas em Seia

A presidente da CCDRC, Ana Abrunhosa, entregou as chaves de quatro habitações (três na freguesia …