II Feira Moçárabe de Lourosa foi “um sucesso”

Lourosa foi o destino privilegiado de alguns milhares de pessoas durante o passado fim-de-semana, atraídos pelo programa da Feira Moçárabe.

Ao longo de dois dias, os visitantes viajaram no tempo até ao século X, quando foi edificada a Igreja Moçárabe de S. Pedro de Lourosa, monumento nacional. Nesta época, habitavam na aldeia três culturas, cristãos, árabes e judeus sefarditas, ambiente que se voltou a presenciar dos dias 24 e 25 de agosto, num trabalho de recriação histórica de vários grupos cénicos encabeçados pelo Grupo Viv’Arte.

A segunda edição da Feira Moçárabe foi promovida numa parceria entre a Junta de Freguesia de Lourosa e o Município de Oliveira do Hospital e que contou com o apoio da ADI – Agência de Desenvolvimento Integrado, da ADIBER – Associação de Desenvolvimento Integrado da Beira Serra, e da ADXTUR, no âmbito da Rede das Aldeias do Xisto.

Lourosa foi palco de um evento com marca do concelho de Oliveira do Hospital como foi reforçado pelos presidentes da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Lourosa, que agradeceram o envolvimento dos vários parceiros envolvidos.

Juntos na organização desta segunda edição, José Carlos Alexandrino e Américo Figueiredo sublinharam, durante a abertura oficial do certame, a vontade de lhe dar continuidade nos próximos anos. A importância do monumento nacional, “jóia da coroa” no concelho e de arquitetura única no país, bem como a união de esforços para a concretização do projeto de requalificação do espaço envolvente e a sua valorização, foram a tónica comum das intervenções.

A promoção deste monumento nacional sai agora reforçada com a conquista de mais um parceiro, a ADXTUR e a Rede das Aldeias do Xisto, como referiu o vice-presidente do Município, José Francisco Rolo, no encerramento da Feira.

LEIA TAMBÉM

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve 12 pessoas em Coimbra por suspeita de tráfico de droga

A Directoria do Centro da Polícia Judiciária anunciou hoje ter detido, na terça-feira, doze pessoas …