Imagem de Nossa Senhora de Fátima chega a Oliveira do Hospital na próxima quarta-feira

A Imagem de Nossa Senhora de Fátima chega a Oliveira do 40_DSF1796Hospital na próxima quarta-feira, pelas 19h00, permanecendo na cidade até ao dia seguinte. Em peregrinação desde Maio deste ano, como forma de comemorar o centenário das aparições, a “Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima” regressa àquela cidade 56 anos depois.

15_DSF1697 (Large)Organizada pela Unidade Pastoral de Oliveira do Hospital, a imagem chega no dia 16, pelas 19h00, junto à corporação de bombeiros da cidade, seguindo-se às 20h00 a eucaristia no Parque do Mandanelho, procissão das velas e uma vigília de oração. No dia seguinte, pelas 07h00, tem lugar a missa de despedida da imagem que segue para a Pampilhosa da13_ARC4705 (Large) Serra.          

Fotos: Rui Campos. Outras fotos  

https://www.flickr.com/photos/[email protected]/albums/72157654288508663

LEIA TAMBÉM

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …

O “Ciclone de Fogo” varreu aquela noite que o foi de (quase) todos os medos… Autor: João Dinis, Jano

Naquela noite de (quase) todos os Fogos e de (quase) todos os medos, morreu Gente …

  • António Lopes

    Creio não me enganar se disser que, ali por 1958, também houve uma visita semelhante. Lembro-me que foi um acontecimento.Penso que vem numa belíssima altura. É sempre um bom momento para se fazer uma profunda reflexão que nos leve a lembrar que somos grandes quando estamos de joelhos.
    Analisando o nosso dia a dia, custa-me muito ver o que entra diariamente pelas televisões, quanto ao martirizado Povo que morre a tentar atravessa o Mediterrâneo e as imagens de desumanidade que vão surgindo.
    Por aqui, e porque recebi hoje os documentos da Assembleia Municipal, reparo que vêm lá cinco pedidos de subsídios para festas, um pouco por todo o Concelho.Sei das tradições destas festas e sei como elas mexem com as tradições, a nossa cultura, e como são pretexto para reunir a família e amigos.Por princípio nada a opôr se não prejudicar melhores opções. Por este dias apercebi-me de uma decisão do Município de apoiar na compra dos livros escolares 300 alunos.300 alunos são mais de 30% da nossa população escolar..! Não pude deixar de me interrogar como temos 30% dos alunos nestas condições e não pude deixar de lembra-me da minha infância e do drama que é a pobreza.Esses apoios vão de 25 a 60 euros,logo média de 32 euros por aluno.A multiplicar pelos trezentos, enche-se a boca com apoios e, afinal, gastam 9.600 euros.Mas, que sejam 15 mil…Só nestas cinco festas vão ser aprovados, 18 500 euros.De permeio mete-se umas discursatas a evidenciar os apoios e não só e lá se ganham uns preciosos votos.. Expos, Feiras do Queijo, são mais cento e muitos mil.O queijo não há resposta para a procura.A Expo querem modifica-la para Expo -concertos!!! No dia 29 de Abril aprovaram 50 009 00 euros para apoio aos filhos das famílias carenciadas, para o ensino superior.Para apoio à natalidade costumam gastar menos de 40 mil euros. Como é que, alguém verdadeiramente responsável pode promover políticas destas? As festas são prioritárias às necessidades? Hoje vem lá também, um apoio para a recuperação de casas a famílias que tenham rendimento per capita de 50% do salário mínimo por pessoa, que o património que tenham não seja superior a 25 mil euros. A casa tem que ser do próprio.Bem, mas qual é a casa que hoje vale menos de 25 mil euros?Com o respectivo terreno, em zona urbana, só se for um curral ou barracão e, mesmo assim, pequeno. Era melhor dizerem que não querem apoiar ninguém. Posto isto, e porque não vou poder estar presente deixo a minha oração a Nossa Senhora de Fátima. Que acabe com os necessitados porque “nunca ninguém pagou tão caro como quem pediu”. Que ilumine estas cabeças que nos governam para que sobreponham as necessidades e obrigações da boa governação ao serviço das populações e se deixem de festas.Sempre se fizeram festas- e rijas, sem apoios públicos.Aliás faziam-se para arranjar fundos para outras necessidades. Há que manter as boas tradições.O poder publico não foi eleito para festeiro…

    • bancada

      Belo, gostei. Que todos façam uma grande reflexão e que a Nossa Senhora possa abrir os corações e as mentes de certa gente mentirosa, arrogante e mais ainda novidadeiras, pois dizem coisas que bradam aos céus só para caírem nas boas graças e merecerem favores. Lhes doa a alma e o coração se tornem pessoas boas.

  • Santo André

    Segundo a constituição o Estado é agnóstico e não interfere com qualquer religião. A que propósito anda a Câmara a enfeitar as ruas? Agora que mandou vir os refugiados espero que lhes faça uma mesquita. Esperar para ver. Lá para Travanca parece que não estão muito pelos ajustes.

    • Fidelidade

      Estão, parece que o protocolo prevê que todos os Travanquenses se submetam ao Islão e depois de convertidos transformem o lar de idosos numa mesquita.
      Não vai haver infiéis para os refugiados se sentirem em casa. Já a CMOH está cheia de infiéis.

  • bonito

    Então no tempo do marito ele e o adjunto paulo não iam nas procissões a pegar no andor como se fossem muito religiosos ?
    Nunca mais os viram a fazer isso ,desde que foram corridos , pois não ? Era a Fé….
    Estes são iguais. Também a diferença não é nenhuma . Os outros iniciaram o desprestigio do concelho . Estes estão a acabar . A escola é a mesma- Incompetência e hipocrisia para dar e vender .

    • Santo André

      Ai irmão…sábias palavras. Nem tu sabes quanto…Se eles sonhassem os “milagres” que a “Senhora de Fátima” lhes vai desvendar, dento de poucas dias, começavam a fazer as malinhas..!

  • Santo André

    Era só para informar que aquele banho que Nossa Senhora ofereceu à sua chegada foi um pedido meu. Eu alertei Nossa Senhora que a maioria da “fé”que a esperava, era fé de ocasião. E pedi-lhe que como já não vinha cá há 57 anos o melhor era dar um bom banho para ver se lavava a hipocrisia de muitos dos presentes, especialmente dos que lá estavam sem fé e a tirar dividendos políticos. E como pedi com fé Nossa Senhora atendeu a oração…Espero que durante esta noite façam uma profunda reflexão e peçam perdão dos pecados. Agora com o corpo lavadinho e as cabecinhas frescas, condições não lhes faltam.

  • Santo André

    O Alexandrino , de papel na mão, ao lado do Senhor Bispo fico sem saber se está a ler um responso se a ler a confissão dos pecados…

    • Paulinho malandrinho

      Estava-lhe a mostrar as cartas que vieram para trás da Fundação Cabral Metello.
      O Senhor Bispo também não sabe a quantas anda a instituição.

    • bancadabancaca

      Talvez a confessar o que tem feito a inocentes. Cuidado que também tem filhos.
      E ao que parece também têm que se lhe diga. O Presidente que aproveite a vinda da Nossa Senhora para por a alma e a consciência em paz.

  • Camacha

    Gostava de saber porquê a GNR não autuou o carro que levava N. Sra. pois não tinha seguro nem inspecção…
    OHP precisa de milagres urgentes para os lados da Cãmara, ao que tudo indica vem uma tempestade das grandes, o Tribunal saiu de OHP mas o Ministério Público não se esqueceu de OHP.
    Via ser um estrondo