Imagem de Nossa Senhora de Fátima chega a Oliveira do Hospital na próxima quarta-feira

A Imagem de Nossa Senhora de Fátima chega a Oliveira do 40_DSF1796Hospital na próxima quarta-feira, pelas 19h00, permanecendo na cidade até ao dia seguinte. Em peregrinação desde Maio deste ano, como forma de comemorar o centenário das aparições, a “Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima” regressa àquela cidade 56 anos depois.

15_DSF1697 (Large)Organizada pela Unidade Pastoral de Oliveira do Hospital, a imagem chega no dia 16, pelas 19h00, junto à corporação de bombeiros da cidade, seguindo-se às 20h00 a eucaristia no Parque do Mandanelho, procissão das velas e uma vigília de oração. No dia seguinte, pelas 07h00, tem lugar a missa de despedida da imagem que segue para a Pampilhosa da13_ARC4705 (Large) Serra.          

Fotos: Rui Campos. Outras fotos  

https://www.flickr.com/photos/[email protected]/albums/72157654288508663

LEIA TAMBÉM

Atropelamento mortal em Candosa, concelho de Tábua

Mulher morreu hoje em Oliveira do Hospital vítima de atropelamento na EN17 junto ao Lidl

Uma mulher, com 60 anos, morreu ao final da manhã de hoje na sequência de …

João Paulo Albuquerque acusa PS por não concluir IC6, pelo menos, até 2030

João Paulo Albuquerque considera que o IC6 não é uma prioridade, mas sim uma necessidade …

  • António Lopes

    Creio não me enganar se disser que, ali por 1958, também houve uma visita semelhante. Lembro-me que foi um acontecimento.Penso que vem numa belíssima altura. É sempre um bom momento para se fazer uma profunda reflexão que nos leve a lembrar que somos grandes quando estamos de joelhos.
    Analisando o nosso dia a dia, custa-me muito ver o que entra diariamente pelas televisões, quanto ao martirizado Povo que morre a tentar atravessa o Mediterrâneo e as imagens de desumanidade que vão surgindo.
    Por aqui, e porque recebi hoje os documentos da Assembleia Municipal, reparo que vêm lá cinco pedidos de subsídios para festas, um pouco por todo o Concelho.Sei das tradições destas festas e sei como elas mexem com as tradições, a nossa cultura, e como são pretexto para reunir a família e amigos.Por princípio nada a opôr se não prejudicar melhores opções. Por este dias apercebi-me de uma decisão do Município de apoiar na compra dos livros escolares 300 alunos.300 alunos são mais de 30% da nossa população escolar..! Não pude deixar de me interrogar como temos 30% dos alunos nestas condições e não pude deixar de lembra-me da minha infância e do drama que é a pobreza.Esses apoios vão de 25 a 60 euros,logo média de 32 euros por aluno.A multiplicar pelos trezentos, enche-se a boca com apoios e, afinal, gastam 9.600 euros.Mas, que sejam 15 mil…Só nestas cinco festas vão ser aprovados, 18 500 euros.De permeio mete-se umas discursatas a evidenciar os apoios e não só e lá se ganham uns preciosos votos.. Expos, Feiras do Queijo, são mais cento e muitos mil.O queijo não há resposta para a procura.A Expo querem modifica-la para Expo -concertos!!! No dia 29 de Abril aprovaram 50 009 00 euros para apoio aos filhos das famílias carenciadas, para o ensino superior.Para apoio à natalidade costumam gastar menos de 40 mil euros. Como é que, alguém verdadeiramente responsável pode promover políticas destas? As festas são prioritárias às necessidades? Hoje vem lá também, um apoio para a recuperação de casas a famílias que tenham rendimento per capita de 50% do salário mínimo por pessoa, que o património que tenham não seja superior a 25 mil euros. A casa tem que ser do próprio.Bem, mas qual é a casa que hoje vale menos de 25 mil euros?Com o respectivo terreno, em zona urbana, só se for um curral ou barracão e, mesmo assim, pequeno. Era melhor dizerem que não querem apoiar ninguém. Posto isto, e porque não vou poder estar presente deixo a minha oração a Nossa Senhora de Fátima. Que acabe com os necessitados porque “nunca ninguém pagou tão caro como quem pediu”. Que ilumine estas cabeças que nos governam para que sobreponham as necessidades e obrigações da boa governação ao serviço das populações e se deixem de festas.Sempre se fizeram festas- e rijas, sem apoios públicos.Aliás faziam-se para arranjar fundos para outras necessidades. Há que manter as boas tradições.O poder publico não foi eleito para festeiro…

    • bancada

      Belo, gostei. Que todos façam uma grande reflexão e que a Nossa Senhora possa abrir os corações e as mentes de certa gente mentirosa, arrogante e mais ainda novidadeiras, pois dizem coisas que bradam aos céus só para caírem nas boas graças e merecerem favores. Lhes doa a alma e o coração se tornem pessoas boas.

  • Santo André

    Segundo a constituição o Estado é agnóstico e não interfere com qualquer religião. A que propósito anda a Câmara a enfeitar as ruas? Agora que mandou vir os refugiados espero que lhes faça uma mesquita. Esperar para ver. Lá para Travanca parece que não estão muito pelos ajustes.

    • Fidelidade

      Estão, parece que o protocolo prevê que todos os Travanquenses se submetam ao Islão e depois de convertidos transformem o lar de idosos numa mesquita.
      Não vai haver infiéis para os refugiados se sentirem em casa. Já a CMOH está cheia de infiéis.

  • bonito

    Então no tempo do marito ele e o adjunto paulo não iam nas procissões a pegar no andor como se fossem muito religiosos ?
    Nunca mais os viram a fazer isso ,desde que foram corridos , pois não ? Era a Fé….
    Estes são iguais. Também a diferença não é nenhuma . Os outros iniciaram o desprestigio do concelho . Estes estão a acabar . A escola é a mesma- Incompetência e hipocrisia para dar e vender .

    • Santo André

      Ai irmão…sábias palavras. Nem tu sabes quanto…Se eles sonhassem os “milagres” que a “Senhora de Fátima” lhes vai desvendar, dento de poucas dias, começavam a fazer as malinhas..!

  • Santo André

    Era só para informar que aquele banho que Nossa Senhora ofereceu à sua chegada foi um pedido meu. Eu alertei Nossa Senhora que a maioria da “fé”que a esperava, era fé de ocasião. E pedi-lhe que como já não vinha cá há 57 anos o melhor era dar um bom banho para ver se lavava a hipocrisia de muitos dos presentes, especialmente dos que lá estavam sem fé e a tirar dividendos políticos. E como pedi com fé Nossa Senhora atendeu a oração…Espero que durante esta noite façam uma profunda reflexão e peçam perdão dos pecados. Agora com o corpo lavadinho e as cabecinhas frescas, condições não lhes faltam.

  • Santo André

    O Alexandrino , de papel na mão, ao lado do Senhor Bispo fico sem saber se está a ler um responso se a ler a confissão dos pecados…

    • Paulinho malandrinho

      Estava-lhe a mostrar as cartas que vieram para trás da Fundação Cabral Metello.
      O Senhor Bispo também não sabe a quantas anda a instituição.

    • bancadabancaca

      Talvez a confessar o que tem feito a inocentes. Cuidado que também tem filhos.
      E ao que parece também têm que se lhe diga. O Presidente que aproveite a vinda da Nossa Senhora para por a alma e a consciência em paz.

  • Camacha

    Gostava de saber porquê a GNR não autuou o carro que levava N. Sra. pois não tinha seguro nem inspecção…
    OHP precisa de milagres urgentes para os lados da Cãmara, ao que tudo indica vem uma tempestade das grandes, o Tribunal saiu de OHP mas o Ministério Público não se esqueceu de OHP.
    Via ser um estrondo