IMT promete começar a resolver atrasos na emissão das cartas de condução já na próxima semana

Com cerca de 280 mil cartas de condução com emissão e renovação atrasadas, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), responsável pela emissão dos títulos, irá, segundo o Jornal de Negócios, começar a resolver o problema já na próxima semana. As soluções passam por um novo Sistema de Obtenção Fiável de Imagem e Assinatura (SOFIA), que promete resolver a forma como é recolhida a fotografia do condutor (causa apontada como a principal responsável pelos atrasos), bem como pelo alargamento dos horários de funcionamento das delegações do IMT.

Com este novo sistema, os responsáveis daquele organismo acreditam que a emissão e renovação de cartas de condução passem a demorar “no máximo uma semana”, quando a média actual ronda os 55 dias.

O alargamento do horário de trabalho das delegações do Instituto da Mobilidade e dos Transportes visa resolver o problema dos títulos de condução que se encontram em atraso. Os funcionários vão começar a trabalhar ao sábado e durante os dias úteis vão entrar uma hora mais cedo e fechar uma hora mais tarde. O horário do IMT passa a ser das 8h00 às 20h00. O presidente do Instituto, João Carvalho explicou ao Jornal de Negócios que será dada prioridade aos motoristas profissionais, nomeadamente àqueles que têm de conduzir no estrangeiro.

LEIA TAMBÉM

Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Detido em Seia traficante de estupefacientes

A GNR de Seia e de Paranhos da Beira detiveram um homem de 23 anos, …

Mortes em acidente em Tábua no acesso ao IC6

Dois homens morreram hoje na sequência de uma colisão frontal entre duas viaturas ligeiras numa …