IMTT encerrou Centro de inspecções automóveis de Seia do Grupo CIMA, empresa fala de decisão desproporcionada

O IMTT encerrou na segunda-feira o centro de inspecção da Cima (do Grupo TAVFER de Fernando Tavares Pereira) em Seia. Aquele organismo refere que não foi cumprido o prazo para efeitos de aprovação dos referidos centros de inspecção e que as Providências Cautelares interpostas junto do Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa, foram indeferidas e aos respectivos recursos judiciais atribuídos efeitos meramente devolutivos.

A Cima reagiu de imediato e considerou a que a decisão do IMTT de suspender o normal funcionamento do centro de inspecção, assentou numa decisão de Primeira Instância, que não transitou em julgado por ter sido objecto de recurso em devido tempo, aguardando que a decisão da Instância Superior reponha o normal funcionamento do centro. “Esta decisão do IMTT é desproporcionada e atenta contra os legítimos interesses dos trabalhadores, dos clientes e da região”, sublinha o grupo em comunicado.

“A Cima informa”, refere ainda, “que o centro de inspecção de Seia aguarda decisão judicial para reabrir ao publico e assim continuar a servir os seus milhares de clientes que ao longo dos anos nos escolhem para realizar as suas inspecções de forma profissional, zelando sempre pela segurança de condutores e veículos”, frisam.

LEIA TAMBÉM

Vereador do PSD quer documentos para aferir se foi a liderança PSD ou a do PS que realizou mais investimento público em Oliveira do Hospital nos últimos 16 anos

O vereador do PSD na Câmara de Oliveira do Hospital, João Paulo Albuquerque, solicitou hoje ao …

Mistério do consumo de mais de 1300 litros de água por dia em casa desabitada em Andorinha continua e proprietários ainda não sabem se vão ter ou não de pagar

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital facturou menos 40 mil euros de água para não onerar vítimas dos incêndios

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital facturou no último mês de Outubro menos 38.133 …