Incendiário detido em Arganil ficou em prisão preventiva

Um homem, de 44 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) pela presumível prática de um crime de incêndio em anexo de uma habitação”, ocorrido no passado dia 10 de Março, no concelho de Arganil. O homem, divorciado, foi presente “para primeiro interrogatório” e ficou em prisão preventiva.

No incêndio, este indivíduo “usou chama directa para atear o fogo e actuou num quadro de alcoolismo e vingança por se ter desentendido com o proprietário do local, tendo provocado elevados prejuízos”, lê-se no comunicado da PJ.

LEIA TAMBÉM

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve 12 pessoas em Coimbra por suspeita de tráfico de droga

A Directoria do Centro da Polícia Judiciária anunciou hoje ter detido, na terça-feira, doze pessoas …