Incendiário detido em Quiaios

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração da GNR de Quiaios, identificou e deteve um homem, reformado, pela presumível prática de um crime de incêndio florestal.

“Os factos ocorreram na zona do concelho da Figueira da Foz tendo ardido uma área de cerca de 350 metros quadrados de pinheiros e eucaliptos, não atingindo maiores proporções graças à pronta intervenção dos bombeiros. Com efeito, a cerca de 20m do incêndio existiam um depósito de botijas de gás e várias moradias dispersas”, refere a PJ em comunicado.

De acordo com a Judiciária, o suspeito agiu num quadro de vingança familiar, tudo indicando que, pelas mesmas razões, iria prosseguir na sua senda criminosa.

O detido, de 40 anos de idade, foi sujeito a primeiro interrogatório judicial tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

No corrente ano a Polícia Judiciária procedeu já à identificação e detenção de 24 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

LEIA TAMBÉM

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Portugal em risco de incêndios iguais ou piores aos de 2017 avisam especialistas americanos

O risco de incêndios catastróficos iguais ou piores aos de 2017 é real e tem …

Combustíveis sobem na segunda-feira pela quinta semana consecutiva e batem recorde do ano

Os combustíveis deverão voltar a subir na próxima segunda-feira. Será a quinta semana consecutivo a …