PJ deteve presumível incendiária florestal no concelho de Carregal do Sal

Incêndios de Nisa e Pampilhosa dominados de madrugada

Os incêndios que ontem deflagraram em Nisa e Pampilhosa da Serra formam dominados já de madrugada. De acordo com o portal da Autoridade da Protecção Civil Portuguesa, o incêndio em Nisa que chegou a ameaçar habitações e foi combatido por 313 operacionais apoiados por 94 veículos, foi dominado às 04h07.

O incêndio que, desde as 14h00 de segunda-feira ocupava os bombeiros no concelho de Pampilhosa da Serra, distrito de Coimbra, foi dominado à 01h07, disse à agência Lusa fonte da Autoridade Nacional de Protecção Civil. A mesma fonte referiu que o incêndio foi ser combatido por 502 operacionais apoiados por 147 veículos e “segue agora na fase de consolidação que permita a sua extinção”.

Na segunda-feira foram registados 87 incêndios que envolveram no seu combate 3.471 operacionais apoiados por 943 veículos.

Para hoje, a região do centro do país, sobretudo nos distritos da Guarda, Santarém e Castelo Branco, é a que apresenta hoje um risco mais elevado de incêndio, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera. Nesta região, oito concelhos mostram risco máximo de incêndio, o nível mais grave numa escala de cinco, que varia entre reduzido e máximo. Os concelhos em causa são Sabugal, Guarda, Celorico da Beira, Fornos de Algodres e Trancoso, no distrito da Guarda, além de Mação e Sardoal, em Santarém, e Vila do Rei, em Castelo Branco.

LEIA TAMBÉM

Ano de 2019 vai ter três fins-de-semana prolongados e quatro possibilidades de “pontes”

O ano de 2019 vai ter dois feriados à sexta-feira e um numa segunda-feira, permitindo …

Mais de duas toneladas de queijo denominado Serra da Estrela apreendidos em Seia

Mais de duas toneladas de queijo indevidamente classificado com denominação de origem protegida (DOP) Serra …