INEM atribuiu desfibrilhador à corporação de bombeiros de Oliveira do Hospital

 

A ambulância do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) localizada na corporação de bombeiros de Oliveira do Hospital está melhor preparada ao nível do seu equipamento. No interior da viatura, já consta o Desfibrilhador Automático Externo (DAE) que, ontem, foi oferecido pelo INEM que, até ao final do ano, pretende dotar todas as corporações do país com aquele equipamento.

Trata-se de um equipamento usado para estabilizar o ritmo cardíaco, mas que só pode ser manuseado por médicos ou técnicos devidamente formados.

Para além dos dois elementos que acompanham a viatura do INEM localizada no posto de emergência médica de Oliveira do Hospital, a corporação da cidade conta apenas com mais seis técnicos com formação adequada para o efeito.

Apesar de reconhecer a importância do DAE para a população concelhia – “foi uma oferta muito boa”, sublinha – o comandante dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital alerta para o reduzido número de técnicos ao dispor da corporação com formação adequada para manusear o desfibrilhador.

“São voluntários e nem sempre a escala semanal permite a permanência de um desses técnicos ao serviço”, referiu Emídio Camacho ao correiodabeiraserra.com, lembrando que a corporação já dispunha de um DAE que foi oferecido, há quatro anos, pelo empresário oliveirense Manuel Pinheiro.

Ainda que admita que “nunca houve necessidade de usar o DAE”, Camacho sublinha que a corporação também não o poderia fazer por falta de técnicos. Depois da oferta do DAE, o comandante da corporação oliveirense espera que o INEM avance com a formação junto de um maior número de bombeiros.

A oferta do equipamento à corporação de Oliveira do Hospital fez parte de uma sessão realizada ontem pelo INEM, em Coimbra, e que resultou na atribuição de DAE a 101 corporações do país. Em Janeiro, o INEM já tinha entregue equipamentos a 30 instituições com mais saídas registadas.

LEIA TAMBÉM

Ninguém escolhe onde nasce. Autor: Marta Jacinto

Antes de existir cartão de cidadão ainda se podia, mediante uma taxa, pedir para averbar …

SAP de Oliveira do Hospital pode ser reactivado já esta semana, depois da reunião do presidente da autarquia com ministro da Saúde.

O presidente da Câmara de Oliveira do Hospital garantiu hoje ter conseguido na reunião de …