Inspetores à paisana fiscalizam emissão de faturas

Vários inspetores do Fisco têm percorrido o país à paisana, com vista à recolha de provas que indiciem crimes de natureza fiscal. Segundo o Jornal de Notícias, as ações anónimas são permitidas desde que se alterou o decreto-lei que estabelece a orgânica da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) e são para continuar.

Antes da realização da operação ‘Fatura Suspensa’, que detetou falhas nos sistemas de faturação de 108 empresas, vários inspetores do Fisco andaram pelo país, a percorrer estabelecimentos comerciais à paisana, para recolher provas de crimes de natureza fiscal.

De acordo com o Jornal de Notícias, esta ação de fiscalização foi levada a cabo por inspetores que não se identificaram e desencadeou a megaoperação que se seguiu.

Contudo, a fiscalização à paisana não fica por aqui. A ação de combate à evasão fiscal é para continuar, com especial enfoque no arrendamento ilegal para fins turísticos.

noticiasaominuto.com

LEIA TAMBÉM

Ano de 2019 vai ter três fins-de-semana prolongados e quatro possibilidades de “pontes”

O ano de 2019 vai ter dois feriados à sexta-feira e um numa segunda-feira, permitindo …

Mais de duas toneladas de queijo denominado Serra da Estrela apreendidos em Seia

Mais de duas toneladas de queijo indevidamente classificado com denominação de origem protegida (DOP) Serra …