João Brito atónito com “campanha eleitoral a favor do PS” por parte da Câmara ao aprovar hoje mais 10 subsídios a instituições

O vereador do PSD João Brito está atónito com aquilo que classifica de falta de cultura democrática que está a ser levada a cabo pelo executivo de José Carlos Alexandrino nesta fase de pré-campanha eleitoral. O único vereador da oposição foi hoje surpreendido na reunião de Câmara com a apresentação a votação para a atribuição de mais 10 subsídios para diversas instituições do concelho. O social-democrata,que já viu a CNE reconhecer que José Carlos Alexandrino deve algumas explicações sobre os actos praticados nesta fase de pré-campanha eleitoral, considera esta mais uma medida eleitoralista e antidemocrática.

“Isto é inacreditável. Não tenho nada contra as instituições, mas tive de votar contra, porque o que se passa aqui é aproveitamento eleitoral. Havia lá pedidos de subsídios de Março e Julho que só agora foram levados a reunião de Câmara. É a Câmara em pela campanha eleitoral a favor da candidatura do PS. É uma forma de condicionar as pessoas”, acusou o vereador que é também candidato à liderança da Assembleia Municipal nas listas do PSD. João Brito vai mais longe e acusa a autarquia de utilizar todos os meios disponíveis para se promover e atira como mais um exemplo a inauguração do Brasão da Freguesia de Ervedal da Beira no próximo sábado.

“A três semanas das eleições é que se fazem estas inaugurações, com a presença do candidato à Assembleia da União de Freguesias e do senhor presidente da Câmara, ainda por cima com um lanche convívio pago por todos os ervedalenses? Não há um pingo de ética”, refere aquele vereador que deixa no ar uma pergunta: “Quanto é que nos vai custar esta campanha do PS à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital?”.

Os subsídios aprovados hoje vão beneficiar as seguintes instituições: Amigos de Lagos da Beira – Grupo Musical; Assembleia de Compartes dos Baldiosde de Vale de Maceira; ASCURFELV- Associação Cultural e Recreativa da Felgueira Velha; Fábrica da Igreja Paroquial de Nogueira do Cravo; Filarmónica Avoense, Irmandade de S. Miguel de Lagos da Beira; Liga de Melhoramentos de Nogueira do Cravo; Rancho Folclórico e Cultural de Lagares da Beira; Desporto Federado Formação, bem como a Sociedade de Recreio Avoense.

LEIA TAMBÉM

Rui Rio considerou imoral o que se está a fazer às vítimas dos incêndios durante visita a Oliveira do Hospital

O líder do PSD considerou hoje durante uma visita a Oliveira do Hospital imoral e …

Silêncio do Governo sobre IC6 no lançamento da requalificação do IP3 deixa José Carlos Alexandrino desagradado

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do hospital mostrou-se “bastante desagradado” com o Governo, …

  • António Lopes

    Isto para se dar sete zero é preciso investir..! E se o pessoal gosta, e paga, siga..! Temos que fazer alguma coisa para acabar com isto.Valha-nos que beneficiam as instituições.E se perderem, como tudo indica, deixam uma boa recordação..!

    Viva a Alexandrilândia..!

    • Popular

      Com licença, que a “coisa tende a finais” – resultados – e não a “finados”!
      – 1. – Fundos comunitários – o “graveto”,k o “pilim”, as contas em “off-shore”, sejam elas de quem forem…estarão sempre em guarda – o socretino-mor…pois…
      – 2. – A televisão continua com telenovelas, “notícias” , futebol e afins.
      – 3. Costa, o primeiro ministro, a imitar o socretino-mor, afinal, convida o PPD para negócios – as grandes opções para as grandes obras públicas do país – euros, mais euros, e mais euros (os negócios…)
      -4. O Ps não é de confiança…porque nunca foi.
      -5 Costa, o “salvador do Ps, momentâneo, considera – porque como, qualquer pS. NÃO PASSA DE UM OPORTUNISTA – Sócrates disse-o, porque sabe que Costa quer ser o próximo candidato do PS à presidência da república, e não o deixa ser a ele…mesmo, apesar…
      6. – Em Oliveira do Hospital, é ver;
      “Fartar vilanagem”
      Parabéns aos promotores, eleitores, e eleitos.
      Pode ser que sim.
      Que sim, que , num destes quaisquer dias, nos venhamos a encontrar.
      Fora desse merdoso arco de poder.
      De imbecil exercício de poder.