João Dinis critica reeleição do “presidente da crise”

 

A vitória de Cavaco Silva no acto eleitoral realizado, domingo, para a eleição do novo presidente da República Portuguesa não caiu bem junto de João Dinis, que chega a apelidar o candidato reeleito de “presidente da crise”.

Na qualidade de mandatário concelhio da candidatura de Francisco Lopes, apoiada pelo PCP e pelo Partido Ecologista “Os Verdes”, João Dinis aponta o dedo a Cavaco Silva pelo facto de “com toda a desfaçatez” se ter “desresponsabilizado das pesadas culpas que de facto tem face ao estado a que chegou o nosso país”.

“Esta reeleição do “presidente da crise” não vem trazer nada de bom ou de novo para Portugal, antes pelo contrário”, adianta João Dinis num comunicado onde também considera que a vitória de Cavaco Silva “logo à primeira volta, embora sem a expressão numérica das reeleições de anteriores Presidentes da República, também significa algum protesto perante as políticas de desastre nacional protagonizadas pelo governo PS”.

Ainda que reconheça que o número de votos em Francisco Lopes, em Oliveira do Hospital, foi menor que o registado em 2006 pelo candidato apoiado pelo PCP, João Dinis considera que a candidatura de Francisco Lopes “foi a única que trouxe para o debate público os magnos problemas que muito afectam a vida dos portugueses e ensombram o futuro de Portugal enquanto país soberano”.

“Todos os outros candidatos fugiram desses temas como o Diabo foge da Cruz porque, cada um à sua maneira, não deixa de ser candidato do “sistema” e das políticas que nos têm desgovernado”, observa, sublinhando que “cada voto em Francisco Lopes “pesa” muito mais que os votos nas outras candidaturas”.

Dinis assegura, contudo, que o resultado obtido na noite de domingo “não virá impedir o reforço da luta e do protesto pela melhoria das condições de vida e de trabalho, pelo combate à corrupção e ao compadrio institucionalizados e pela defesa da soberania nacional”

LEIA TAMBÉM

SONAE (Ai – Ai …) Ou em como o “ouro” de uns é o nosso prejuízo!

CDU vê aprovado na Assembleia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira voto de protesto contra falta de apoio das autoridades às vítimas dos incêndios

O eleito da CDU na Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e …

Nova liderança da JSD de Oliveira do Hospital quer colocar problemas dos jovens na agenda política local

Virgílio Salvador, de 26 anos, foi eleito no domingo presidente da Juventude Social Democrata de …