João Dinis queixa-se de “ditadura da maioria” em Ervedal e Vila Franca da Beira

O ex presidente de Junta de Freguesia de Vila Franca da Beira e candidato derrotado à União daquela freguesia com a de Ervedal da Beira não aceita a forma como o PS procedeu à constituição do executivo, ao deixar de fora a segunda força mais votada, a CDU.

“Usando e abusando da sua maioria absoluta na Assembleia de Freguesia, o PS não aceitou fazer eleger um dos Vilafranquenses (João Dinis ou Alice Pereira Lameiras) – eleitos pela CDU – para a nova Junta de Freguesia nem, sequer, para a Mesa da Assembleia de Freguesia. Assim, antidemocraticamente, o PS fez questão em não respeitar a vontade dos Vilafranquenses expressa na votação da Mesa Eleitoral de Vila Franca da Beira”, refere João Dinis.

Em comunicado, o eleito pela CDU lembra que na mesa eleitoral de Vila Franca da Beira , a CDU teve 217 votos e o PS apenas 59, acabando porém o PS por ganhar no total dos votos na nova União das Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira, ficando com a maioria absoluta (5 eleitos) na nova Assembleia de Freguesia, onde a CDU tem três eleitos e o PSD um eleito.

Na sessão de tomada de posse, realizada no dia 18 de outubro – conta Dinis – a maioria PS fez eleger os dois “vogais” – o Secretário e o Tesoureiro – da nova Junta de Freguesia, e que assim se juntam ao Presidente da Junta, também do PS. Foram ainda eleitos, pelo PS, o presidente e os dois secretários da Mesa da nova Assembleia de Freguesia da União das Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira. “Por imposição partidária, o PS excluiu a CDU e os seus eleitos quer da Junta quer da Mesa da Assembleia de Freguesia. Desta forma, o PS não quis juntar, não quis unir, todas as forças e vontades da União das duas freguesias”, reage o vilafranquense, notando que “com 12 anos à frente da freguesia de Vila Franca da Beira, os eleitos da CDU têm experiência e capacidade para desempenharem bem a tarefa”.

No arranque do novo mandato autárquico, Dinis vai ainda mais longe, criticando “certas afirmações já proferidas pelo presidente da Junta (PS) acerca da forma como pretende “governar” a União das Freguesias”. “Fazem recear uma prática assim ao jeito do “eu quero, posso e mando” a coberto de uma “ditadura da maioria”. Será pois muito mau se isso se confirmar”, regista. “Mas, nós CDU, nós cá estaremos – democraticamente – para apresentar propostas concretas e travar tais tendências pouco democráticas de alguns dos eleitos PS”, conclui.

LEIA TAMBÉM

Dois detidos em flagrante em Tábua por cultivo de cannabis

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Lousã deteve, ontem, dois homens com …

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Apenas um elemento do grupo suspeito de vários crimes na zona Centro ficou em prisão

Dos cinco jovens, com idade entre os 22 e os 28 anos detidos pela PJ …

  • Carlos Gouveia

    Mas alguém está à espera de alguma coisa boa desta maioria absolutíssima?

  • Erasmo de Roterdão

    Pois claro.Eles que governem bem.A CDU que se oponha muito bem..! Não foi isso que disse o seu Camarada Lopes, na tomada de posse da AM..? O João Diniz queria o quê? Perder e governar..? A democracia é generosa mas, tem regras..!

  • Erasmo de Roterdão

    “Carlos Gouveia”: Se calhar não.Mas, como foi ela que ganhou, vai ter que “engolir a sarda”..! Você resistiu.Não conseguiu.O conselho é que relaxe e goze..! Isto não é para tótos.. Perdão “Carlos Gouveias”…

    • Carlos Gouveia

      Não, não é. É só para aqueles que tem “coragem” para usar a política para seu benefício pessoal!

  • Erasmo de Roterdão

    “Gouveia”: Desiste. Ainda agora levaste um monumental porradão e já estás outra vez a armar em parvo..? Os socialistas não sabem escolher quem mais lhe convém? O homem, para ser eleito, não tem que ir a votos..? Dás-te assim tão mal com a democracia ou ignoras o que isso é..? Deixa-te de “Gouveiices”.Actualiza-te rapaz… e respeita…podes dizer-nos qual é o proveito pessoal..?

  • Antonio

    Duas vergonhas:
    1) Como é possível ataques deste nível vindos do Jano, funcionário do Partido Comunista, sem que o Correio da beira Serra ouça a outra parte? Que raio de jornalismo é este?
    2) O “camarada Lopes” deveria optar pela contenção que o cargo político lhe oferece e deixar-se de protecções a aves raras do tipo “Janis Desbucadis”
    3) Os Janos e os Gouveias que aprendam a respeitar a vontade do Povo expressa nas urnas
    4) Para ditaduras já chegou o Salazarismo e o Estalinismo