João Dinis volta a entrar na corrida à Câmara de Oliveira do Hospital pela CDU

A CDU não surpreende e avança com João Dinis para candidato à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. Quarto a entrar na corrida pela presidência, Dinis quer contribuir para a “definição de ideias” e “identificar as forças políticas causadoras da situação de desastre económico e social”.

Já habituado às andanças autárquicas, João Dinis volta a entrar na corrida à presidência da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. Uma participação que assume contornos diferentes daquela que é protagonizada por aqueles que são entendidos como os partidos com maior expressão no país e no concelho e que, por isso, visa responsabilizar os autores das “políticas desastrosas de direita”. “A candidatura da CDU será a única que, com profundidade e toda a clareza, vai identificar as forças políticas causadoras da situação de desastre social e económico”, afirmou João Dinis ao correiodabeiraserra.com, certo de que o projeto eleitoral pelo qual dá a cara tem “um espaço próprio” e, por isso, não tem dúvidas de que “pode contribuir para o definir de ideias e projetos para o desenvolvimento integrado do nosso concelho”.

A candidatar-se à presidência da autarquia oliveirense pela terceira vez e, no momento, pelo segundo ato eleitoral consecutivo, João Dinis regista os avanços alcançados a nível concelhio, mas não fecha os olhos às situações que, decorrentes das políticas dos governos de direita, continuam a afligir a vida do concelho. Em concreto, o candidato pela CDU destaca o aumento do desemprego, dificuldades sentidas pelas pequenas e médias empresas, pela agricultura familiar, bem como os ataques ao ensino, saúde, educação e cultura. “Porque é que não avança o IC6 que com o governo PS ficou no pinhal e com o atual governo não andou um milímetro? Porque é que a ESTGOH está a ser asfixiada e porque é que foi constituído o mega agrupamento e foram agregadas as freguesias?”, questiona João Dinis, verifiando que em qualquer das matérias focadas, a CDU “está de mãos limpas”. Uma demarcação que João Dinis entende que está em condições de ser favorável à CDU que em Oliveira do Hospital não tem sido encara como “alternativa eleitoral”, chegando-se a verificar uma situação de “bipolarização” entre os dois candidatos do PS e PSD. Um situação que João Dinis, entende que também se irá verificar no atual momento eleitoral, sob pena porém de “se discutirem mais as questões secundárias do que as essenciais”.

Rosto de “uma candidatura de esquerda e para a esquerda de Oliveira do Hospital”, João Dinis reconhece as mudanças e progressos registados nos últimos quatro anos pela mão do executivo socialista. “Mas registamos insuficiências”, informa o candidato que, apesar de louvar a preocupação social e a capacidade de movimentação do atual presidente da Câmara e recandidato à autarquia pelo PS, sublinha o aumento do desemprego.

Do mesmo modo, João Dinis não deixa de apontar o dedo ao que entende como um defeito da equipa que dirige os destinos do concelho e que se traduz na “subvalorização do espírito de mobilização das populações na defesa do seus interesses e direitos”. “Não percebemos porque é que nada foi feito para evitar a constituição do mega agrupamento”, afirmou João Dinis aludindo igualmente à questão da ESTGOH que se encontra “em processo de morte lenta”. Posição diferente verificou-se no processo de extinção de freguesias “mais foi muito puxada pelos presidentes de Junta”, comentou ainda o candidato.
Entendido como um dos mais emblemáticos autarcas do concelho – preside à Junta de Freguesia de Vila Franca da Beira – João Dinis conforta-se na sua “experiência autárquica” para justificar a sua candidatura à Câmara de Oliveira do Hospital e para a qual parte com “a ideia de desenvolvimento integrado a mais de quatro anos”: “Temos ideias concretas”, assegura Dinis, certo de que a CDU pela sua participação no ato elitoral vai contribuir “com propostas para a melhoria das condições de vida das pessoas e para a derrota de políticas de direita”.
Para além da candidatura à Câmara de Oliveira do Hospital, a CDU avança com João Dinis como candidato à União das Freguesias de Ervedal da Beira e Vila Franca da Beira e, recandidata Aníbal Correia à Junta de Freguesia de Meruge.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

  • Erasmo de Roterdão

    Vamo-nos a eles Camarada..! CDU é sinónimo de garantia, na defesa das populações.

  • Guerra Junqueiro

    Belarmino;

    Estás em todos rapaz. É para não perderes, ou estás a dar gozo ao Jano?

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • Ouvido na barbearia

    – Então como é que o Jano vai defender a população?
    – Parece que é à pedrada.