Jornada cruzada com nova derrota

As jornadas cruzadas são preciosas para a conquista de pontos extra, mas são sempre jogos muito difíceis entre equipas de duas divisões diferentes. O Vitória de Guimarães é uma equipa bem conhecida do Sampaense, ambos disputaram a final que deu o primeiro campeonato da Proliga aos vimaranenses.

O jogo foi controlado de início pela formação da casa, que viu o seu jogo exterior ser decisivo para o desenrolar dos primeiros minutos. O Sampaense não conseguiu parar os atiradores de Guimarães que ao intervalo registavam 77% de sucesso nos seus lançamentos de 3 pontos. A grande diferença entre as equipas esteve nesse factor, uma vez que nos movimentos atacantes colectivos se registou um equilíbrio razoável.

Na segunda parte o jogo manteve a mesma toada, a equipa da LPB esteve sempre melhor e ao verificar que o jogo muito dificilmente mudaria de cenário, Emanuel Seco rodou o seu banco dando minutos a quase todas as suas unidades. Da parte do Guimarães a reacção foi semelhante e foi nesta altura em que os visitantes conseguem ganhar o quarto período, fruto das alterações feitas por ambos os treinadores.

Vitória justa da equipa de Guimarães que levou o Sampaense a registar a sua 3ª derrota consecutiva, mas que fruto das derrotas dos seus opositores mais directos na competição regular, em nada veio alterar as classificações que definem a tabela pontual da Proliga.

O desenrolar do jogo foi:

                    1º Período   2º Período   3º Período   4º Período   Resultado
Parciais            29    20       25   18        28 18            13 20
Acumulados     29    20       54   38        82 56            95 76            95 76

O MVP da partida foi Sérgio Correia com 25 pontos e 9 ressaltos. JULIAN BLANKS evidenciou-se com 22 pontos e Donte Minter fez 15 pontos. No Sampaense destacaram-se Kendell Craig com 17 pontos, Juan Wyatt e Jorge Sing com 13 pontos.

Por: PNV

 

LEIA TAMBÉM

O Bava da Bola

Um tal Bava, Zeinal de primeiro nome, foi presidente executivo durante anos da PT. Em …

Aquela máquina…

Dois golos de Cristiano Ronaldo e um de André Silva asseguraram a vitória de Portugal …