José Carlos Alexandrino quer levar ovelhas ao centro de Lisboa e a Viseu para promover Festa do Queijo

Oliveira do Hospital deu ontem o primeiro passo na promoção da 26ª Festa do Queijo Serra da Estrela com as filmagens do “spot publicitário” de 30 segundos que tem o actor Fernando Mendes como figura principal. O presidente da Câmara Municipal oliveirense, José Carlos Alexandrino, em declarações à Rádio Boa Nova, diz acreditar que esta poderá ser a maior festa/feira de sempre. O autarca acredita que o evento pode atrair cerca de 80 mil pessoas à cidade e pretende levar um rebanho de ovelhas a Lisboa, ao Chiado, e outro a Viseu como forma de promoção do “Festa” agendada para 11 e 12 de Março.

“A nossa ideia é fazer duas apresentações. Uma em Viseu que já está combinada com o Palácio do Gelo e uma outra em Lisboa”, explicou à mesma rádio José Carlos Alexandrino, revelando, porém, que tem tido alguns problemas em reunir com o autarca lisboeta. “Tem havido alguns contratempos, porque não se conseguem agilizar contactos. O presidente Fernando Medina tem uma agenda muito preenchida, mas estamos preparados”, sublinhou.

O autarca assegurou ainda que vai investir em publicidade no horário nobre principais estações de televisão e no intervalo do programa “Preço Certo”, apresentado precisamente por Fernando Mendes. “O nosso grande objectivo é promover a marca Oliveira do Hospital”, sublinhou, referindo ainda que conseguiu “um contrato de amigos” com Fernando Mendes.

O autarca destacou depois as parcerias que estabeleceu com o Inatel, o Turismo do Centro, a Confraria do Queijo e a Ancose. Entre outras iniciativas previstas, o autarca destacou a participação da selecção nacional de pizzaiolos – entre eles Casimiro Santos, da pizzaria L’Artista – vencedora do campeonato do mundo e que aqui vai preparar uma pizza de Queijo Serra da Estrela. “Está tudo reunido para que a feira seja um sucesso”, referiu o autarca àquela rádio, explicando que este ano vão ter de se fazer algumas readaptações no recinto da feira devido aos constrangimentos causados pelas obras que estão em curso na cidade.

 

LEIA TAMBÉM

José Carlos Alexandrino acusa Governo de discriminação na ajuda pós-incêndios

O presidente da câmara de Oliveira do Hospital acusou o Governo de estar a discriminar …

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

  • Ele & Ela

    Se esse parolo se preocupasse em trazer o IC6 até Oliveira!!! Agora andar a passear ovelhas… Credo, haja paciência para tanta parolice junta!

    • F.M.

      O parolo esqueceu-se de levar esta ovelha ressabiada” Ele & Ela” por isso é que fala,se calhar o parolo não lhe deixou palha suficiente para lhe encher a boca.

      • Ele & Ela

        Olha outro parolo lambe-cu do Alexandrinex! Deves ser mais um a viver a custa de um tacho arranjado por ele à troca de uns votos!

        • F.M.

          Até posso ser parolo lambe-cu, mas mais triste és tu porque lambe , lambe e não mama nada. Eu ainda quero ver onde os teus votos te vão levar ,nem têm gentes nem capacidades para fazer listas nas freguesias.Mas é de tristes como tu que a gente gosta ,falam , falam e mas não chegam a lado nenhum…Apenas fazem figuras de parvos eu quanto os “parolos” ganham alguma coisa.AHAHAHAHA

          • Ele & Ela

            Deve estar a confundir-me com alguém! Se há coisa de que me orgulho é de nunca ter precisado de andar a lamber o cu a ninguém tipo você ao Alexandrinex! E também me orgulho de viver sem precisar de andar metido em politiquices da treta tipo as do seu ídolo Alexandrinex o parolo das festas!

          • F.M.

            Se não anda metido nas politiquices da treta, então esteja calado, não tem qualquer legitimidade para abrir a boca. Pessoas como você não se metem ou não está ligado a nada, só sabem deitar postas de pescada – chamo as essas pessoas os burros politiqueiros

          • Zé Povinho

            És como todos:
            – Antes, ganhava-se o dinheiro com o diabo e, ao domingo, ia-se comê-lo com deus;
            – Agora, sem saber ler, ou escrever, ganham-se votos com o diabo e, durante anos, ganha-se o céu.
            Aproveitem, enquanto a teta não secar.