José Carlos Alexandrino reafirma que ou há IC6 ou não tem condições para se recandidatar

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital desfez todas as dúvidas: a sua recandidatura a um próximo mandato está dependente de uma solução para o IC6. José Carlos Alexandrino reafirmou na ultima Assembleia Municipal que o seu futuro político está nas mãos do executivo liderado por António Costa. “A minha recandidatura está condicionada, se o PS assim o entender, a esse problema”, afirmou taxativamente, revelando esperar “brevemente uma resposta definitiva” por parte do executivo liderado por António Costa sobre este assunto. O PSD desconfia que este seja apenas mais um número de propaganda.

José Carlos Alexandrino, que respondia a algumas questões colocadas pelo eleito social-democrata Rafael Costa, frisou que neste momento não pode afirmar se é ou não candidato. “Não tenho condições. Espero que no dia que seja assinado aqui a adjudicação, o Governo tome uma posição clara em relação ao IC6. Isso é fundamental. É uma questão de palavra que levarei até ao fim. Já falei com o senhor ministro e aguardo notícias brevemente”.

O presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, recorde-se, não é a primeira vez que ameaça tomar posições duras para com o poder central em relação àquela via. Quando se candidatou ao primeiro mandato afirmava que o IC6 era uma das suas principais prioridades. Ainda nessa legislatura e com José Sócrates como primeiro-ministro terá ameaçado demitir-se se as obras não avançassem. Não se concretizou. Mais tarde, em Abril de 2014, ameaçou um corte da EN17 e um boicote às eleições europeias de Maio de 2014 em defesa do projecto. “Já percorremos todos os caminhos da diplomacia e como o Governo continua sem nos querer ouvir, estou disponível para liderar um movimento que o obrigue a repensar a estratégia para esta região”, afirmou na altura. Também estes avisos não tiveram seguimento.

Estes avanços e recuos de José Carlos Alexandrino, levam o responsável pelo PSD de Oliveira do Hospital a desconfiar de mais este anúncio. João Brito diz que José Carlos Alexandrino já prometeu tanta coisa que é difícil acreditar. Recorda que a 22 de Dezembro de 2015 garantiu que tinha chegado a acordo com o presidente das Infra-estruturas de Portugal para a construção de um pequeno troço do IC6 até Oliveira do Hospital, num investimento de 25 milhões de euros. O que se realizou? Nada.”, conta o também vereador social-democrata, o qual aguarda que, desta vez, o autarca apenas avance se tiver já tudo devidamente assinado. “Após estas afirmações espero que apenas avance se a obra estiver adjudicada e com datas definidas de concretização. Caso contrário, serão muito provavelmente apenas promessas ocas, mas que lhe permitem avançar como se o caso estivesse resolvido, enganando, mais uma vez, os eleitores”, remata.

“EN17 vai ser requalificada”

O assunto surgiu quando Rafael Costa confrontou o autarca com a ausência de obras de requalificação da Estrada Nacional 17, uma que chegou a estar contratualizada no Governo liderado por Passos Coelho. As dúvidas deste eleito aumentaram depois de um contacto com as Infra-estruturas de Portugal da qual recebeu recentemente uma resposta que não o tranquilizou. A empresa informou aquele eleito que a via “é alvo de trabalhos de fresagem e tapagem de covas no pavimento, enquanto se aguarda uma empreitada de requalificação”. “Como não sinto que a tapagem de covas esteja a acontecer, espero que as palavras do senhor presidente de que está para breve a requalificação da EN17 não passem disso mesmo: palavras. De palavras estamos fartos. Vamos esperar para ver”, afirmou Rafael Costa.

O autarca não gostou do reparo e assegurou que, ao contrário daquilo que “muitos gostariam”, o presidente da Câmara tem feito o seu trabalho. José Carlos puxou mais uma vez dos galões dos contactos que tem realizado com várias instâncias, entre elas o Governo e a Comissão Europeia. “Alguns vivem o concelho só por aquilo que se escreve nos jornais. Não andamos com palavras. Reivindicamos mesmo. Muitos gostariam que a EN17 não fosse requalificada, mas vai ser”, assegurou, relembrando que não esquece o IC6. “Também não deixo de falar dessa via. Já tive uma reunião com o ministro e duas vezes com o Primeiro-ministro. Não fujo das coisas. Vou ao combate, dou o corpo”, repetiu em tom eufórico, concluindo que a conclusão do IC6 é uma questão de palavra que levará até ao fim.

LEIA TAMBÉM

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …

O “Ciclone de Fogo” varreu aquela noite que o foi de (quase) todos os medos… Autor: João Dinis, Jano

Naquela noite de (quase) todos os Fogos e de (quase) todos os medos, morreu Gente …

  • António Lopes

    E pronto.O homem insiste em não ouvir o que lhe dizem…Se assim for,escreva, não será candidato.Mas também o não será por outros motivos.A menos que vivamos numa Republica de bananas e num regime do vale tudo.O PS abdicou de fazer, para lhe deixarem passar o segundo governo de Sócrates.O PSD não fez por motivos óbvios,que se mantêm.Reivindicar não fica mal.Acho que e um dever.Bater o pé fica bem e apoio.Ser feito essa é que já é mais difícil.E nem me admiro se lhe prometerem que fazem.Depois..! Então não prometeram, o Senhor Primeiro Ministro, então só António Costa, que reporia as freguesias que foram extintas? Já repôs..? Vai repôr? Não me adormeçam..!O IC já podia estar em Oliveira se não fossem as “bocas” do “sangue e da guerrilha”.E o Senhor Presidente sabe-o muito bem…

  • Alexandre Pais

    O Galamba já disse que não há dinheiro para a construir. E não acredito que seja. Mas José Carlos Alexandrino para se candidatar vai vir com mais uma daquelas garantias que os seus contactos de topo e com quem tem grandes relações lhe oferecem e avança. Ou não quer mesmo ser candidato porque haverá outros no PS à espera de tentar o cargo. O resto é só fitas políticas à moda do Alexandrino.

    • António Lopes

      Só foi o Galamba? E o Secretário de Estado não lhe disse o mesmo na inauguração da Expo? Não tem dinheiro para remédios vão-lhe fazer o IC? Ele não sabe que Bruxelas não deixa? Depois para fazer melhor que ele, é preciso andar com uma candeia acesa à procura..? O narcisismo é uma doença terrível…

  • Ele & Ela

    Onde é que já ouvi isto… Era mesmo ele que ia perder a oportunidade de aparecer na televisão, pelo menos 2 vezes por ano, durante 4 anos, a dizer as suas bacuradas/aldrabices sobre Oliveira? Não me parece… O homem delira por aparecer na televisão! Se ele ao menos tivesse consciência das figuras ridículas que faz…