José Carlos Mendes está de fora das autárquicas de 2013

 

… está de fora de “qualquer projeto autárquico”.

Terceiro candidato mais votado para a liderança da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Mendes ocupa desde novembro de 2009 lugar de vereador da oposição na autarquia oliveirense. Funções a que espera dar continuidade até ao final do presente mandato, na certeza porém de que, não entrará na próxima corrida eleitoral.

“Chegou o momento de clarificar a minha posição”, sublinha em comunicado  o rosto do movimento independente “Oliveira do Hospital Sempre” que, na última campanha eleitoral autárquica entrou no combate político como se de uma verdadeira força partidária se tratasse, chamando a si várias figuras da desmembrada família PSD e outras alas da sociedade oliveirense.

“A todos vós e nomeadamente às pessoas que integraram ou apoiaram o projeto do “Grupo de Cidadãos Oliveira do Hospital Sempre” que tive o prazer e a honra de liderar nas eleições autárquicas de 2009, quero aqui deixar expresso o meu muito, muito obrigado pela maneira como sentiram e defenderam este projeto e pela forma afável, amiga e carinhosa como sempre fui tratado”, sublinha José Carlos Mendes no comunicado que remeteu a este diário digital, mas que destinou a todos os oliveirenses.

A pouco mais de um ano das próximas eleições autárquicas – o atual presidente da Câmara já é certo na corrida – Mendes justifica o timing do comunicado, com o facto de já ter sido abordado por vários oliveirenses e apoiantes do movimento que liderou em 2009, sobre o seu posicionamento nas eleições que se aproximam.

“Não integrarei qualquer projeto autárquico nessas eleições”, clarifica o vereador, que desta forma torna “livres” todos os que integraram o movimento, de “participar, integrar ou apoiar o projeto que considerem ser o melhor para o nosso concelho”.

No exercício das funções de vereador por mais um ano, Mendes assegura não deixar “de tomar publicamente as posições que entender serem aquelas que melhor defendem os interesses do concelho, sempre que considerar oportuno”. Do mesmo modo desafia cada oliveirense para que, através do “trabalho e espírito empreendedor”, contribua para que “no curto/médio prazo, o concelho se possa tornar uma grande referência”.

De fora da próxima corrida eleitoral, José Carlos Mendes guarda na bagagem uma intensa participação nas últimas eleições autárquicas. Em causa, esteve a força de um candidato que era presidente da Comissão Política do PSD de Oliveira do Hospital, mas que o partido a nível distrital e nacional não quis apoiar, optando por dar apoio ao, à data, presidente da Câmara Municipal.

Fraturado que estava o partido, não tardou o aparecimento de uma candidatura independente protagonizada por José Carlos Mendes que foi exemplo de verdadeira mobilização. Uma união que não chegou, contudo, a ser suficiente para que o candidato independente conquistasse a liderança municipal, mas que fez “mossa” no PSD e na própria governação da autarquia oliveirense, impossibilitando ao PS a conquista da desejada maioria absoluta, situação entretanto ultrapassada.

LEIA TAMBÉM

CNE dá provimento a denúncias do PSD e pede explicações a José Carlos Alexandrino sob alegadas práticas que violam lei eleitoral

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) deu provimento a uma queixa apresentada pela concelhia do …

João Paulo Albuquerque acusa PS por não concluir IC6, pelo menos, até 2030

João Paulo Albuquerque considera que o IC6 não é uma prioridade, mas sim uma necessidade …