José Vitorino de Pina Martins vence primeira edição do Prémio Pedro Hispano/ Flumen Aquae Vivae

… Pedro Hispano/Flumen Aquae Vivae. Tido como um dos maiores investigadores do Humanismo Renascentista, Pina Martins é detentor de um vasto currículo profissional, académico e literário e, em 1991, recebeu o títuto de Doutor “Honoris Causa” da Universidade de Lisboa.

Nascido em Penalva de Alva em 1920, Pina Martins, hoje com 88 anos, tem uma vastíssima obra literária e todo um percurso notável. Foi professor nas universidades de Roma e Poitiers e, em Paris, esteve à frente do Centro Cultural da Fundação Calouste Gulbenkian. Em Portugal, durante 12 anos, dirigiu – em alternância com os cargos de presidente e vice-presidente – a Academia de Ciências de Lisboa. Actualmente é o único português a pertencer à conceituada Academia dei Lincei, em Roma.

Ao jornal “O Figueirense”, na sua edição de 31 de Outubro, o escritor Lobo Antunes, que integra o júri da edição deste prémio, promovido pela Academia Pedro Hispano com o patrocínio do “Casino Figueira”, considerou que “quando surgiu o nome de Pina Martins obteve de imediato consenso e unanimidade”. “Se Pina Martins fosse de outra nacionalidade, seria certamente mais conhecido, amado e respeitado do que é em Portugal”, afiançou ainda o conhecido escritor àquele semanário da Figueira da Foz.

Este prémio, que consiste em 7.500 euros, um diploma e um troféu, vai agora ser entregue a Pina Martins no Casino Figueira, dia 21 de Novembro, às 22h30.

Henrique Barreto

LEIA TAMBÉM

Casas abandonadas. Autor: Renato Nunes

A partir do momento em que a minha avó materna faleceu, já lá vão 22 …

Festival “Origens” de Travanca de Lagos agendado para o próximo fim-de-semana

Os Jovens da Liga de Travanca de Lagos apresentam, de sexta-feira a domingo, mais uma …