Polícia Judiciária faz detenções por violação, assalto e tentativa de homicídio

Jovem obrigou criança a ter relações sexuais

Uma criança de 13 anos foi violada por um colega durante um passeio de jovens institucionalizados num lar de Castelo Branco, à praia fluvial de Valhelhas, na Guarda. O arguido, na altura com 17 anos, foi acusado de abuso sexual de criança, explica o noticiasaominuto, citando o Jornal de Notícias.

A criança de 13 anos foi violada durante um passeio, em que participaram oito menores. Tudo corria na normalidade, até que dois colegas se afastaram do grupo conduzido por um educador. O Ministério Público indica que o mais velho propôs ao mais novo um passeio na outra margem do rio Zêzere e, já longe do grupo, o mais velho, com mais quatro anos do que a vítima, perguntou-lhe se queria ter relações sexuais. Perante a recusa da criança, o agressor insistiu e ofereceu-lhe dinheiro.

A violação foi consumada e comprovada por exames forenses. Por várias vezes, o menor pediu para que o outro parasse, mas sem sucesso. De seguida, o menino não se conteve e contou ao educador. O caso passou para a Polícia Judiciária. O jovem que é agora acusado de abuso sexual de criança já tinha antecedentes criminais.

LEIA TAMBÉM

Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Detido em Seia traficante de estupefacientes

A GNR de Seia e de Paranhos da Beira detiveram um homem de 23 anos, …

Mortes em acidente em Tábua no acesso ao IC6

Dois homens morreram hoje na sequência de uma colisão frontal entre duas viaturas ligeiras numa …