Polícia Judiciária faz detenções por violação, assalto e tentativa de homicídio

Jovem obrigou criança a ter relações sexuais

Uma criança de 13 anos foi violada por um colega durante um passeio de jovens institucionalizados num lar de Castelo Branco, à praia fluvial de Valhelhas, na Guarda. O arguido, na altura com 17 anos, foi acusado de abuso sexual de criança, explica o noticiasaominuto, citando o Jornal de Notícias.

A criança de 13 anos foi violada durante um passeio, em que participaram oito menores. Tudo corria na normalidade, até que dois colegas se afastaram do grupo conduzido por um educador. O Ministério Público indica que o mais velho propôs ao mais novo um passeio na outra margem do rio Zêzere e, já longe do grupo, o mais velho, com mais quatro anos do que a vítima, perguntou-lhe se queria ter relações sexuais. Perante a recusa da criança, o agressor insistiu e ofereceu-lhe dinheiro.

A violação foi consumada e comprovada por exames forenses. Por várias vezes, o menor pediu para que o outro parasse, mas sem sucesso. De seguida, o menino não se conteve e contou ao educador. O caso passou para a Polícia Judiciária. O jovem que é agora acusado de abuso sexual de criança já tinha antecedentes criminais.

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …