Junta de Oliveira do Hospital e São Paio de Gramaços promove mais um “Campus de Férias” que beneficia crianças carenciadas

O executivo da Freguesia de Oliveira do Hospital e São Paio de Gramaços promove, pelo sétimo ano consecutivo, o seu “Campus de Férias Pedagógico” aberto, direccionado a crianças dos 6 aos 12 anos e  que irá contar com um número limitado de 50 crianças. O projecto tem como prioridade beneficiar crianças sinalizadas pelo Contrato Local de Desenvolvimento Social (C.L.D.S.) e pela Comissão de Protecção de Jovens e Crianças em Risco (C.P.C.J.), mas também outras crianças oliveirenses dos mais variados quadrantes sociais e económicos, proporcionando-lhes “uma melhor integração social e uma partilha de várias iniciativas de grupo com outras crianças”. Os promotores esperam que a iniciativa, que irá decorrer entre 22 de Agosto e 2 de Setembro, repita o “sucesso das seis edições anteriores, que, no total, contaram com a participação e envolvência de mais de 500 crianças e jovens oliveirenses”.

Os principais objectivos deste “Campus de Férias Pedagógico”, segundo os impulsionadores, passam por promover o gosto pelo património cultural, histórico e natural local, proporcionar actividades lúdico-pedagógicas aos beneficiários durante um período de ausência lectiva, auxiliar os pais e encarregados de educação na ocupação dos tempos livres dos seus educandos, facilitar o contacto com a natureza através da dinamização de actividades ao ar livre, desenvolver o gosto pela prática desportiva, contribuindo para o gosto por hábitos e estilos de vida saudáveis.

ftos actividades“Em vez de realizarmos uma obra física optamos por este programa que envolve crianças em que parte delas só têm esta oportunidade de conviver e visitar determinados locais. Este é um investimento social da União de Freguesias. Suportamos totalmente o custo com as crianças provenientes do CLDS e CPCJ, enquanto as restantes pagam 70 euros. Mas cada elemento tem um custo médio de 120 euros”, explicou ao CBS o presidente da União de Freguesias de Oliveira do Hospital e São Paio de Gramaços, Nuno Oliveira. “Penso que é uma prática importante do ponto de vista social, de ocupação dos tempos livres e de actividades educativas, principalmente para aquelas crianças mais carenciadas”, sublinha, adiantando que as inscrições já estão abertas e que a limitação a 50 crianças é meramente indicativo dadas as necessidades de logística. “Mas não fechamos as portas a ninguém e já tivemos anos em que participaram 62”, reforça.

O programa é coordenado em sistema de voluntariado pelos membros do executivo de freguesia, Nuno Oliveira e Ana Paula Silva, mentores deste projecto, contando ainda com a com colaboração de 25 jovens monitores e subcoordenadores de grupo. “Curiosamente alguns destes jovens já estiveram como participantes”, conta Nuno Oliveira.

As actividades são diversas. Vão desde a acção de sensibilização sobre o bullying, arqueologia, artes plásticas, color run, equitação, escutismo, futebol, intercâmbio com idosos, jogos tradicionais, natação, radiofonia, ténis, viagens pedagógicas até aos workshops de culinária. Os participante têm direito a uma refeição completa (almoço) e dois suplementos de refeição (lanches) diários, um kit de material alusivo ao evento (mochila, boné, t-shirt, …), material logístico para a realização de várias actividades, transporte colectivo gratuito quando necessário e um seguro de acidentes pessoais.

A iniciativa conta com a colaboração de várias Associações e entidades da freguesia nas monitorizações específicas de várias actividades e tem como parceiros o Município e o Crédito Agrícola de Oliveira do Hospital.

LEIA TAMBÉM

PSD de Oliveira do Hospital quer aposta na formação profissional

O PSD de Oliveira do Hospital mostrou-se na última Assembleia Municipal preocupado com aquilo que …

Empreendedorismo pode transformar o fracasso em sucesso. Autor: Tozé Cardoso

Numa altura de recessão financeira, o empreendedorismo muda, renova-se, altera e no meu entender melhora, …

  • António Lopes

    E para os que dizem que eu critico tudo, também critico esta iniciativa.Só que, neste caso, pela positiva.Também se fazem coisas muito boas na nossa terra.Estranhamente, não são as entidades que mais podem, a tomar estas iniciativas. (Dá muito trabalho)…Parabéns ao executivo da Junta de Oliveira do Hospital e a todos os que se preocupam em proporcionar uns dias diferentes à nossa juventude.especialmente, como sempre defendo ,aos que mais necessitam,