“Leões” de Oliveira do Hospital organizam-se em claque “por amor ao Sporting”

O Sporting Clube de Portugal é uma verdadeira paixão para um grupo de jovens Oliveirenses. Dois deles acharam que tinham de ir mais longe para aproximar Alvalade dos jovens de Oliveira do Hospital e demonstrar o amor ao clube do coração. Resolveram aliar-se à Juventude Leonina. Nasceu o Núcleo da Juve Leo de Oliveira do Hospital que conta já com meia-centena de sócios que promete acompanhar todos os jogos da formação verde e branca. Em Portugal e no estrangeiro. No espaço de um ano esperam contar com mais de uma centena de membros.

O camionista Luís Antunes, de 38 anos, começou a pensar neste projecto em Outubro. Acabou por conseguir o apoio do amigo Pedro Fidalgo, 27 anos e, em pouco mais de dois meses reuniram cerca de 50 sócios, com uma média de idades a rondar os 27 anos. E, em 22 de Dezembro de 2014, oficializaram o núcleo da Juve Leo de Oliveira do Hospital, uma organização sem fins lucrativos, que se estreou oficialmente no apoio à formação orientada por Marco Silva no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, para a Taça da Liga. Uma estreia marcada por uma vitória (2-0) numa altura em que se vivia um clima tenso entre o técnico e o presidente Bruno de Carvalho.

10884822_906612919358633_1222314755_n“Foi uma boa estreia. O nosso objectivo é ir a todos os jogos do nosso Sporting, inclusive vamos estar em Fevereiro na Alemanha para assistirmos à partida contra o Wolfsburgo para a Liga Europa”, explica Luís Antunes, que está satisfeito com o desenvolvimento que o grupo tem conhecido nestes últimos dias. “A ideia inicial surgiu devido ao elevado número de jovens existentes em Oliveira do Hospital e que simultaneamente são adeptos do Sporting. Mas estamos a ir mais além. Já contamos com associados de Seia e Mangualde e o objectivo é continuar a crescer”, resume.

Ser sócio também tem os seus custos. Passa pelo pagamento de uma taxa de inscrição de 30 euros, no caso de ser maior de idade, e metade se for menor. Com este custo vêm algumas vantagens como bilhetes mais baratos que são enviados directamente para Oliveira do Hospital e viagens mais em conta. “Além dessa taxa de inscrição, depois anualmente existe uma jóia de renovação no valor de 15 euros, não é muito quando estamos a falar do amor ao Sporting e ao futebol”, conta, por seu lado, Pedro Fidalgo, adiantando que ao pertencer-se ao grupo “só ver um jogo já compensa o que se paga para fazer parte do grupo”.

Os mentores da ideia não se querem confundir com eventuais grupos que não olham para o futebol como uma festa e o clube como uma paixão. “Provavelmente existem grupos violentos, mas isso nada tem a ver connosco. Aqui os jovens que participem em duas ou três iniciativas do grupo, dificilmente vão conseguir esquecer e vão ver que não é nada disso que se trata. A Juve Leo Oliveira do Hospital foi criada para a irmos ao futebol com gente de todas as idades e para os jovens sportinguistas da nossa região sentirem o espirito sportinguista”, conta Luís Antunes, antes de confessar que no espaço de um ano espera ter mais de uma centena de sócios naquela estrutura. “Isso vai-nos dar a garantia de termos um autocarro todas as semanas para ir apoiar o sporting porque os custos são repartidos por todos”, remata. Esse número ajudaria também na constituição de uma sede que seria o espaço para os membros se reunirem.

LEIA TAMBÉM

Presidente da República a caminho de Oliveira do Hospital e António Costa reunido com presidentes de Câmara naquela cidade

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, está a caminho de Oliveira do Hospital …

Mais de uma centena de famílias desalojadas em Oliveira do Hospital aponta o presidente da Câmara

Mais de uma centena de pessoas ficaram desalojadas no concelho de Oliveira do Hospital por …

  • Ricardo Mesquita

    Excelente artigo parabens ao autor. Assim se desmistifica o universo das claques de futebol. Sao pessoas perfeitamente normais com amor ao clube e que procuram sobretudo apoia-lo e no caso do Sporting Sempre onde ele estiver ou for jogar!
    Ao nucleo da JL Oliveira de Hospital, os primeiros tempos são sempre os mais complicados mas com perseverança e querer tudo se consegue. Porque ninguem é deste clube porque quer mas porque o sente!! Grande abraço a todos os ultras serranos!!