Levantamento do cadastro predial decorre em Oliveira do Hospital até junho de 2015

Está em curso, em Oliveira do Hospital, uma operação de execução do cadastro dos prédios existentes. O levantamento cadastral decorre até 7 de junho de 2015 e é executado pela Municípia, no âmbito do projeto nacional Sinergic, da responsabilidade de Direção-Geral do Território.

O projeto tem por objetivo caraterizar todos os prédios, rústicos e urbanos, identificando os seus limites, os seus marcos e as suas estremas, bem como os seus proprietários, ou titulares de direitos, e efetuar a associação com os respetivos dados já existentes na Conservatória do Registo Predial e no Serviço de Finanças.

De acordo com a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, parceira da Direção Geral do Território na execução da operação realizada no âmbito do Sistema Nacional de Exploração e Gestão de Informação Cadastral (Sinergic), o projeto será desenvolvido em duas fases. Na primeira fase, que decorre de 09 de maio de 2014 a 26 de fevereiro de 2015, serão recolhidos os dados, devendo os proprietários ou titulares de direitos, preencher e entregar as declarações de titularidade relativas aos seus prédios e proceder à demarcação e sinalização de cada prédio. Será a partir desta informação que a Municípia, a entidade executora, irá recolher no terreno os dados relativos aos prédios.

Na segunda fase, que decorre de 30 de março de 2015 a 07 de junho de 2015, serão expostos, para consulta pública, todos os prédios recolhidos durante a fase de recolha de dados. Todos os interessados deverão participar no período de consulta pública a fim de validar a informação recolhida.

Durante o período da operação, é pedida a colaboração de todos os proprietários ou titulares direitos de prédios. Aos mesmos é igualmente solicitada atenção à informação que vai sendo divulgada. Serão realizadas várias sessões de esclarecimento e abertos vários gabinetes de atendimento em diversas localidades do município onde poderão obter respostas para eventuais dúvidas que possam surgir.

LEIA TAMBÉM

Atropelamento mortal em Candosa, concelho de Tábua

Mulher morreu hoje em Oliveira do Hospital vítima de atropelamento na EN17 junto ao Lidl

Uma mulher, com 60 anos, morreu ao final da manhã de hoje na sequência de …

Detidos incendiários em Viseu, Vouzela e Tondela

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 41 anos, casado, servente de pedreiro, pela presumível …

  • … por cima desta oliveira

    Parece que a coisa não vai arrancar, outra vez com recibos verdes para
    explorar os serranos e agora parece que há dinheiro …. enfim