“Levo com orgulho esta medalha porque mereço enquanto produtora há 20 anos de Queijo Serra da Estrela DOP”

Ainda que tenha decorrido sem sobressaltos, o momento de distinção dos produtores de queijo do concelho de Oliveira do Hospital não conseguiu sair incólume face aos episódios que o anteciparam.

Um dos maiores produtores de Queijo Serra da Estrela certificado do concelho, Paulo Rogério, cumpriu o prometido e primou pela ausência na sessão solene comemorativa do feriado municipal de Oliveira do Hospital, na última sexta-feira.

Em causa está a deliberação resultante da última reunião da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital de o município prestar homenagem não apenas aos cinco produtores de Queijo Serra da Estrela DOP, mas também aos restantes quatro proprietários de queijarias artesanais licenciadas.

Paulo Rogério que, já em sede de Assembleia Municipal, teve a oportunidade de manifestar o seu desagrado relativamente a tal facto não concorda com a decisão tomada, por entender que está em causa uma homenagem ao Queijo Serra da Estrela, por de ter sido eleito Maravilha da Gastronomia e que, desta forma, o município “desprestigia quem produz e certifica Queijo Serra da Estrela”.

Ainda que tenha sido o único, em jeito de protesto, a faltar à cerimónia, a proprietária da Queijaria Quinta do Cruzeiro, de Seixo da Beira, não deixou de clarificar o motivo pelo qual decidiu receber a medalha de mérito que o município tinha para lhe entregar.

“Levo com orgulho esta medalha para casa porque mereço enquanto produtora há 20 anos de Queijo Serra da Estrela DOP”, afirmou Deorema Coelho, encarando a distinção como uma homenagem ao que tem feito “pelo produto e pelo concelho”.

A produtora não deixou ainda de agradecer à Confraria do Queijo Serra da Estrela a candidatura que efetivou ao concurso das 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa e à Câmara Municipal pela iniciativa de homenagear os produtores de Queijo Serra da Estrela DOP.

Para além de homenagear os produtores de queijo do concelho, o município galardoou com a medalha de ouro o próprio Queijo Serra da Estrela, depositando a insígnia nas mãos da Ancose.

“Com a altura conturbada que vive a agricultura portuguesa e a Ancose é de grande coragem e de mérito que recebo esta homenagem em nome dos associados”, afirmou o presidente da direção da Ancose, Manuel Marques que revelando a sua gratidão e a dos associados pela distinção, não deixou de criticar a postura do governo que “se esquece dos seus agricultores”.

“Na zona da beira, onde o país já tombou completamente para o litoral ainda é de agricultura que se vive”, lembrou o dirigente.

“Estas medalhas são de enorme justiça, de verdadeira gratidão pelo vosso trabalho”

Numa cerimónia onde em face da ausência do produtor Paulo Rogério, o nome da queijaria de que é proprietário nem chegou a ser referenciada, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital considerou “mais do que justo, mais do que merecido este reconhecimento do município aos produtores de Queijo de Oliveira do Hospital”.

José Carlos Alexandrino recuou no tempo para dar conta do trabalho de homens e mulheres produtores de queijo, e assim justificar o reconhecimento que lhes dirigia .

“Estas medalhas são de uma enorme justiça, de verdadeira gratidão pelo vosso trabalho”, considerou.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …