Líder do PS de Oliveira do Hospital criticado por frase de apoio a Mário Ruivo

…para as eleições da Federação Distrital do PS de Coimbra, e que no passado sábado deram a vitória a Victor Baptista.

Em causa está uma declaração feita por Rolo, no último jantar/comício da candidatura de Mário Ruivo, realizado em Coimbra, dia 18, e onde aquele dirigente partidário – citado pelo diário “As Beiras” –, refere que “é importante que cada militante leve a verdadeira mensagem de Mário Ruivo a todos os outros militantes, porque é preciso acreditar no verdadeiro PS, que está nesta candidatura”.

“Então e os militantes que apoiaram o Victor Baptista não fazem parte do verdadeiro PS. São só os do Mário Ruivo. Sinceramente… eu acho que o José Francisco Rolo esteve muito mal ao fazer uma afirmação destas”, afirmou a este diário digital um apoiante da candidatura de Baptista, que preferiu não ser identificado, sublinhando ainda que, em sua perspectiva, o “líder do PS deveria ter tido uma posição de equidistância” neste tipo de eleições.

 Instado pelo correiodabeiraserra.com a comentar esta polémica, o mandatário concelhio da candidatura de Victor Baptista, Arménio Tavares, referiu que “o verdadeiro PS não está em nenhum candidato, porque o verdadeiro PS existe por ele mesmo”. Tavares foi ainda mais longe, ao sustentar que se trata de “uma afirmação que sai fora do contexto destas lutas internas do partido e não é adequada a esta luta política”.

“Enquanto líder da comissão política concelhia, eu não usaria essa função para influenciar quem quer que seja… não sei se ele o fez”, declarou ainda o mandatário concelhio da candidatura de Victor Baptista.

“Sou militante do PS com os meus direitos de militância activos e tenho o direito de escolher o candidato que entendo que possa cumprir melhor as funções no partido”, declarou entretanto José Francisco Rolo ao CBS online.

Frisando que a expressão do «verdadeiro PS» deve estar “retirada do contexto”, Rolo afirmou ainda nunca ter “misturado” as suas funções de presidente da concelhia com as suas “escolhas como militante”. Por fim, o líder da concelhia socialista deixou um recado aos militantes no sentido de que “as questões internas sejam tratadas internamente e em plena liberdade”, porque – conforme sustentou – “o PS tem que estar unido no trabalho que tem que ser feito em Oliveira do Hospital”.

LEIA TAMBÉM

Medalha de Ouro de Oliveira do Hospital para Ana Abunhosa aprovada no meio de várias criticas

A atribuição da medalha de Ouro do Concelho de Oliveira do Hospital foi um dos …

PSD de Oliveira do Hospital considera que atribuir a Medalha de Ouro a Ana Abrunhosa “é condecorar a incompetência”

O PSD oliveirense não entende as razões que levam a Câmara Municipal de Oliveira do …