“Limpar para debaixo do tapete”

Conforme documenta a foto – este cenário repete-se noutros pontos do concelho –, as mimosas foram cortadas, mas toda a matéria combustível – em pleno pico do Verão – foi deixada no local há várias semanas.

De acordo com o leitor do CBS online os “proprietários de terrenos e de habitações junto à estrada estão descontentes com a situação”, dado que os restos de mimosas deixados no local são uma boa fonte de ignição para um incêndio florestal.

LEIA TAMBÉM

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …

LMAN promove “peregrinação” ao Santuário de Nossa senhora das Preces em Vale de Maceira

A Liga de Melhoramentos Desporto e Cultura de Aldeia de Nogueira (LMAN) vai realizar no …