Luís Lagos defende “estados gerais” sobre Oliveira do Hospital

O eleito do CDS/PP na Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital considera importante para o município a realização daquilo que apelidou de “estados gerais” do concelho. Luís Lagos defende encontros com especialistas locais das mais diversas áreas da sociedade para recolher ideias e experiências que ajudem a construir uma política positiva de desenvolvimento e crescimento da região.

“Vamos ouvir aqueles que de melhor temos na saúde, na educação, no turismo, nas IPSS, no agro-turismo… Vamos todos em conjunto, independentemente dos partidos, beber os seus ensinamentos e potenciar políticas de desenvolvimento”, frisou, adiantando que esta proposta teria sido uma das melhores respostas que o PS, partido que suporta o executivo municipal, poderia teria dado à moção de censura apresentada por António Lopes. Algo que, no seu entender, os socialistas foram incapazes de fazer.

As ideias recolhidas nestes encontros, segundo Luís Lagos, serviriam depois para os políticos concelhios de todos os quadrantes reflectirem. “Não tem a ver com o CDS/PP, com o PS, com o PSD ou com o Partido Comunista. Tem a ver com todos os que vivem aqui, para que surjam ideias que ajudem a desenvolver o concelho”, referiu aquele eleito quando deixou esta ideia na última Assembleia Municipal, adiantando que a iniciativa poderia avançar apenas com o apoio do seu partido, mas isso não seria a melhor solução. Quer algo mais abrangente.

“Os estados gerais seriam uma resposta à política negativa que muitas vezes se faz por aqui”, sublinhou, desafiando o presidente da autarquia e a todas as lideranças partidárias a avançarem com esta ideia. A proposta fico no ar, mas não recebeu comentários de apoio ou de recusa por parte de qualquer dos intervenientes.

LEIA TAMBÉM

Caça praticamente proibida no concelho de Oliveira do Hospital até Maio de 2018

A caça está proibida até 31 de Maio de 2018 nas zonas consumidas pelos fogos, …

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …

  • João Albuquerque

    Realmente este deputado do CDS, Luís Lagos, não se enxerga. Momentos antes, na votação para a moção de censura afirmou que o concelho não tem soluções para substituir Alexandrino, agora pede para ouvirmos os melhores que temos no concelho.
    Mas então, os melhores não são solução? Sr Luís Lagos, melhores e mais capazes do que os que lá estão na vereação, temos às dezenas no concelho. Deixe-se de tanto servilismo, pois até enjoa.

    João Albuquerque

    • António Lopes

      Se eles não querem reunir os Grupos Municipais, representados na Assembleia ,para discutir a ordem de trabalhos e os assuntos mais importantes, vão fazer estados Gerais..? O presidente está mais para dizer que “interviu” com o livro de Churchil na mão..! Só que estudasse a gramática, já eu ficava satisfeito.A lei das autarquias, dessa nem quer ouvir falar….

    • António

      Sim, tu enxergas-te, és um ícone da política e um arauto da democracia, um verdadeiro camião de votos, a começar pela tua freguesia onde és adorado, desta vez vais ganhar um penico e o rasga senhas das assembleias municipais, um carregamento de compensans para relaxar e controlar aquelas diarreias mentais que o costumam deitar abaixo.

      • PPD

        Mas onde estão os outros candidatos?
        Ai, António se não te conhecêssemos, até te comprávamos.
        Mostra-te ás pessoas rapaz.

        • PSD

          Os outros candidatos estão a gozar-te e a rir-se de ti.

          • PPD

            Pois estão, e olha estão aqui comigo:
            É uma risada completa. Vais levar poucas.

  • Aéreo

    O CDS estará, sempre ,do lado do vento….favorável. (É só fogo de artifício.)
    Assim é a sua história.
    Desde que tenham proveito, alinham(se).