Luís Mota voltou a vencer as 100 milhas do Oh Meu Deus – Ultra Trail Serra da Estrela

O atleta Luís Mota, do Clube do Benfica de Abrantes, venceu as 100 milhas do Oh Meu Deus – Ultra Trail Serra da Estrela (OMD) que decorreu durante o fim-de-semana. O totalista do OMD alcançou o seu 6º título na prova, depois de cumprir os 160 km em 22 horas e 23 minutos, uma marca na história do trail running nacional.

A prova atraiu a Seia mais de meio milhar de participantes dos quatro cantos do planeta para percorrerem as quatro distâncias (160K, 100K, 50K e 20K), mas também para conquistar o galardão de viriato (200K), a novidade introduzida este ano. A proeza de terminar os 160km e aventurar-se em mais 40km viria a ser alcançada pelos atletas Pedro Marques (33h53m) e José Simões, da equipa O Mundo da Corrida (42h17m).

O pódio masculino dos 160 Km ficou completo com Cees van der Land (Tyne Bridge Harriers) na segunda posição, apenas com uma diferença de quatro minutos do vencedor e o trio de atletas Artur Costa (Desnível Positivo), Joaquim Freitas (Grupo Desportivo de Retorta) e Pedro Marques a ocuparem o terceiro lugar, todos com um tempo de 25 horas e 17 minutos. Na categoria feminina das 100 milhas, a única finalista da prova foi a atleta de Barcelos Mariana Ballester (31h42m).

Nos 100 Km destacou-se o atleta da OZXTREME/ ADCR Pereira, Edgar Faria na primeira posição (9h54m), seguindo-se Luís Oliveira, do Runnersdodemo (10h46m), e Fernando Fernandez Blanco, da ANB-Batu Wear (11h20m). Na prova feminina, as espanholas da equipa Ativa Sport Club não deram tréguas às adversárias e ocuparam as duas primeiras posições do pódio, com Ana Belén Rubio Álvarez no primeiro lugar, com um tempo de 14 horas e 19 minutos, seguida da compatriota Elena Dominguez González, com apenas um segundo de diferença. Já a terceira posição foi preenchida por Ana Isabel Silva Sousa, da Mrs, (19h46m).

Na prova dos 50K, o grande vencedor foi o atleta do Clube Desportivo e Cultural de Nave, André Duarte, seguido de Luís Fernandes, do Clube de Praças da Armada. Os portugueses cortaram a meta com apenas um minuto de intervalo, completando a prova às 4h49m e 4h50m, respetivamente. Pedro Bastos, da OZXTREME/ ADCR Pereira, terminou a prova com 4 horas e 55 minutos, obtendo o terceiro lugar da classificação final. Ao pódio feminino subiram Mariana Alves, do Turres Trail Team (6h49m), Ivone Saramago Ferreira, do Trilho Perdido Eventos /Imporlux (07h04m), e Carla Santos, da Speedrunners (07h34).

No trail dos 20 quilómetros, Cristiano Reis, do ATR – Algarve Trail Running foi o primeiro classificado, com o tempo de 02h18m. Valdemar Cardoso, da Vertical Navis, ocupou o segundo lugar (2h26m), e André Filipe Oliveira Almeida, do Factor X / S4L / Medense FC, terminou na terceira posição com uma diferença de apenas 12 segundos. Inês Moreira, do Adamarante, foi a primeira atleta a terminar nesta competição, com 2h47m, seguida de Patrícia Madeira, do Vertical Navis (2h49m), e Cristiana Ferreira (2h51), na terceira posição.

Associado oficial do RUN THE WORLD e ITRA – International Trail Running Association, o OMD 2018 é organizado pela empresa Horizontes, tendo como promotores o Município de Seia e da União das Freguesias de Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros. As distâncias do Oh Meu Deus Ultra Trail Serra da Estrela também pontuam para o UTMB: OMD50 com 3 pontos, OMD100 com 5, OMD160 e OMD200 com 6 pontos.

 

LEIA TAMBÉM

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve 12 pessoas em Coimbra por suspeita de tráfico de droga

A Directoria do Centro da Polícia Judiciária anunciou hoje ter detido, na terça-feira, doze pessoas …