Luís Mota voltou a vencer o Ultra Trail Serra da Estrela, em Seia

Luís Mota – o “Super-Homem” do Trail Nacional – venceu a prova rainha da 6ª edição Ultra Trail Serra da Estrela — “Oh Meu Deus” – que decorreu entre sexta-feira e ontem, com partida de Seia, e que juntou meio milhar de atletas de várias nacionalidades. O atleta completou distância de cerca de 160 quilómetros por trilhos da serra em 23 horas e 26 minutos. Os atletas Milton Gonçalves e Marcolino Veríssimo completaram o pódio, percorrendo o trilho em (24h22) e (26h25), respectivamente.

podio 160 mas (Small)Marcada pela dificuldade e espectacularidade, a partida para as 100 milhas de Portugal foi dada pelas 16 horas, de sexta-feira, junto à Câmara Municipal. Durante várias horas a classificação manteve-se estável e equilibrada, mas as subidas e o terreno da montanha mais alta de Portugal continental empurraram novamente Luís Mota – o ‘Super-Homem do Trail nacional – para o 1º lugar do pódio. Recorde-se, que Luís Mota já havia vencido a prova no ano anterior (2015). Além de campeão pela segunda vez consecutiva, o ultra maratonista é também totalista do OMD, tendo participado desde a 1º edição da prova serrana.

As 100 milhas de Portugal também contaram com a presença de duas atletas bastante conhecidas do Trail Run nacional. A grande vencedora e totalista da prova feminina do OMD foi Isabel Moleiro, com um tempo de 33h39 minutos. A atleta portuguesa arrecada assim a terceira vitória consecutiva na prova. Na segunda posição ficou Célia Azenha (41h24).

Na prova 100K+ de corrida destacaram-se: o atleta espanhol José Fernandez (14h38) na primeira posição, seguindo-se Abílio Ribeiro (14h51) e Edgar faria (14h23). Na prova feminina, a grande vencedora foi a atleta espanhola Rosário Sanchez (19h32). Já o segundo lugar do pódio foi ocupado por duas atletas em simultâneo, Helena Silva e Virgínia Pereira, com a marca de 20h19. Rute Gonçalves (25h26) ocupou a terceira posição.

podio 100 fem (Small)Na competição dos 70K+, a vitória foi para Gonçalo Correia (8h46), (2º) Manuel Chantre (9h27) e (3º) Emanuel Machado (9h47). Ao pódio feminino subiram, no primeiro lugar, Ana Duarte (11h04), Elsa Dinis (12h54) e a atleta francesa Anne Souplet (14h49).

O vencedor nos 40K+  foi Hugo Gonçalves (5h27), seguindo-se na segunda posição, ex aequo, Bruno Bispo e José Nunes (5h30). No terceiro lugar, e com o tempo de 5 horas e 32 minutos, ficou Vitor Santos. No setor feminino, relevo para a prestação a vitória de Filipa Vilar (6h09), com a segunda posição a ficar para atleta francesa Magalie Gouet (7h15) e a terceira para Rita Fernandes (7h22).

Na prova 30K+, originalmente 20K+, Paulo Palhinha ganhou (2h46’40’’), seguido de Pedro Gomes (2h47’08’’) e do atleta do Reino Unido Thomas Callan (2h47’09’’). No pódio feminino, Maria Machado ficou na primeira posição (4h05’11’’), seguida de Maria Loureiro (4h16’15’’) e Teresa Pimenta (4h16’12’’).

O OMD 2016 é organizado pela empresa Horizontes, tendo como promotores o Município de Seia e a União das Freguesias de Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros. Na próxima edição, a Horizontes espera atingir a marca dos 1300 participantes e, até completar o objectivo, a organização oferece a inscrição – independentemente da categoria – a quem trouxer um acompanhante.

LEIA TAMBÉM

Fogo em duas localidades do concelho de Oliveira do Hospital já foi dominado

Situação em Góis “é preocupante” e pode agravar-se

O comandante operacional da Protecção Civil, Vítor Vaz Pinto, disse hoje que o incêndio de …

Petizes do FC Oliveira do Hospital são vice-campeões distritais

A formação do FC Oliveira do Hospital, no escalão do petizes, sagrou-se ontem vice-campeã distrital …