Mãe do presidente da Assembleia Municipal faleceu esta madrugada no hospital da FAAD

Teresa Lopes, com 101 anos de idade, faleceu na última madrugada no Hospital da Fundação Aurélio Amaro Diniz. O funeral da mãe do presidente da Assembleia Municipal realiza-se amanhã, às 15h00, em Vila Franca da Beira.

Teresa Lopes encontrava-se há já duas semanas internada no hospital da Fundação Aurélio Amaro Diniz devido ao agravamento do seu quadro clínico. Aos 101 anos, a mãe do empresário e presidente da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital já não chegou a ter alta daquela unidade hospitalar tendo-se confirmado o óbito cerca das 05h00 de hoje.

Teresa Lopes comemorou o 101º aniversário no passado dia 18 de novembro, nunca evidenciando sinais de perda de lucidez. A centenária senhora vinha contudo sendo traída pelas fragilidades ósseas que lhe dificultavam a locomoção.

Devido à idade avançada, Teresa Lopes, há já alguns anos que residia com uma filha em Vila Franca da Beira. Foi exatamente naquela localidade que a centenária, natural de Sobral de S. Miguel, na Covilhã, acabou de criar os oito filhos – três já faleceram – e é entendida como uma referência entre as gentes que com ela têm convivido. “Ti Teresa Minéria” era a forma como carinhosamente era tratada pelos populares que lhe reconheciam variados dotes, entre os quais o de boa padeira.

Para a história de Vila Franca da Beira , do concelho de Oliveira do Hospital e do país, Teresa Lopes vai também ficar para sempre lembrada como a mais idosa candidata às eleições autárquicas de 2009. Com 97 anos, a “Ti Teresa” integrou a lista com que o PS se candidatou à Junta de Freguesia de Vila Franca da Beira.

Às gentes da terra que adotou como sua, Teresa Lopes deixa um legado de trabalho e generosidade. E deixa ainda uma família como poucas se vêem. À data da comemoração do seu centenário, a “Ti Teresa” contava 20 netos, 35 bisnetos e dois trinetos. Para a posteridade fica também o retrato vivo de cinco gerações, um feito de que poucos se podem orgulhar.

Perante o anúncio da morte da sua mãe, António Lopes confessa-se “triste, mas conformado”. “Quando já se tem 101 anos, não se pode esperar muito”, disse ainda o presidente da Assembleia Municipal ao correiodabeiraserra.com, revelando-se do mesmo modo “privilegiado” por “poder ter tido mãe até esta bonita idade”. “É a lei da vida a funcionar”, sublinha.

O corpo de Teresa Lopes encontra-se em câmara ardente na capela mortuária de Vila Franca da Beira. A cerimónia fúnebre realiza-se amanhã, pelas 15h00, na igreja da localidade.

À família, a redação do correiodabeiraserra.com apresenta as mais sinceras condolências.

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …